Pingadinhas de segunda…feira!

Brayan já no sub-20 do Flamengo (Foto: Fred Gomes)

. Muita gente me perguntando o que acho de Brayan, contratado ao Paulista, que disputou a Copinha. Dos jogos que vi, não consegui registrar este jogador. De cara, o fato de ser ele um camisa 10 autêntico, já é animador. Sorte para o Brayan e que ele alegre as nossas almas rubro-negras.


Treino da equipe, hoje, 13/03 (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo).

. Lá se foi o nosso time para o jogo complicado de depois de amanhã, em Santiago, contra a Universidad Católica. Mancuello, vetado pelo departamento médico. Como o jogo vai ser pegado, está mais do que claro na minha cabeça que Zé Ricardo vai optar por Gabriel, com Berrrío pronto para entrar no segundo tempo. Como detesto comentarista de depois do jogo e não sou de ficar em cima do muro, acho ser esta, em função das circunstâncias, a melhor alternativa para começar o jogo.


. Embora seja o Vasco o mandante, o clássico de domingo contra o Botafogo será realizado no Engenhão. Pelo que li, os clubes tentaram jogar no Maracanã, só que o preço do aluguel cobrado pela Odebrecht foi considerado absurdo pelos clubes e pela Federação. Caramba, será que o Maracanã será um problema sem fim?


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

. Voltando ao Flamengo, o noticiário dá conta de que o diretor Rodrigo Caetano acena com a possibilidade de Leandro Damião ter seu contrato, que termina agora no meio do ano, renovado por mais uma temporada. A decisão, seja qual for, criará polêmica, já que Damião – apesar dos três gols marcados no sábado – está longe de ser uma unanimidade. Se coubesse a mim esta decisão, tentaria esticar este contrato somente até dezembro.


Carlos Egon (Reprodução Facebook)

. Esta segunda-feira, 13 de março, é muito especial para toda nossa família do blog. Aniversaria hoje o querido Carlos Egon, a quem aqui abraçamos com todo carinho do mundo e, em nome de todos. Quando alguém muito querido aniversaria, a alegria é nossa!!! Que o seu presente chegue no finalzinho da noite de quarta-feira, com uma contundente vitória rubro-negra.

 

VIVA EGON!!! VIVA A VIDA!!! MEENNNGGOOOOOOOO!!!

Polêmicas até no carnaval

Em situação normal deveria estar enviando para todos vocês uma gravação que é um verdadeiro poema. Está rolando pela internet e, não há quem não se encante e se emocione com esta coisinha linda, divina, cantando o samba da Mangueira.

Antes disso, importante abordar dois temas para reflexão e análise dos companheiros e amigos deste blog.

O primeiro diz respeito à decisão do Ministro Marco Aurélio Mello, libertando temporariamente o ex-goleiro do Flamengo, Bruno. Em 2013, julgado e condenado por assassinato e ocultação de cadáver, com pena de 22 anos e três meses.

Após cumprir seis anos e sete meses, Bruno terá o direito de se defender em liberdade, até o julgamento final.

Não por covardia, até porque, isto não faz parte da minha vida, mas por motivos óbvios, melhor não emitir qualquer opinião, deixando isto por conta de vocês. Considero-me emocionalmente impedido de emitir qualquer opinião. Espero que vocês entendam, e que cada um comente de acordo com a sua consciência. O que não se pode fazer, é ignorar o fato. Ele existe. Por favor, comentem…

O segundo tema não terá, imagino, apoio do torcedor do Flamengo, mas me reservo o direito de ser voz discordante.

Eurico Miranda, o presidente do Vasco, foi espinafrado e acusado de soprar a violência por ter declarado que Luiz Fabiano será o carrasco do Flamengo. Por favor, vamos separar as coisas com sensibilidade e justiça. O que este depoimento tem a ver com a violência? Nada!

Esta foi sim uma bela sacada provocativa e bem-humorada. Aliás, embora a maioria dos rubro-negros deteste Eurico Miranda, não há como não reconhecer que, polarizando sempre com o Flamengo, ele elevou o status do Vasco. Jogada de marketing, simples e direta. Eurico acertou na mosca, deixando Fluminense e Botafogo para trás.

Na bolsa de apostas, Flamengo na cabeça. Prefiro a filosofia do genial João Saldanha: “o jogo é mole, mas primeiro, tem que jogar”. Quem é boleiro entendeu…

Que o sábado de carnaval, dia 25 de fevereiro, quando meu netinho Marco Antônio – claro que já rubro-negro – completa 1 aninho, seja de muita alegria em vermelho e preto.

Agora, com vocês, um anjinho genial, em ritmo de carnaval, Giovana Galdino cantando o lindo samba enredo da Mangueira…

 

Interferência indevida

Um juiz, em medida liminar, determinou que os clássicos, a partir de agora, terão apenas uma torcida no estádio, exatamente a torcida do clube mandante.

Suponho eu que a Federação e alguns clubes, como Flamengo e Vasco que já se posicionaram contra a medida, devam recorrer, porém, acho que o nosso judiciário está extrapolando o seu limite de competência.

O que garante que esta medida encerrará o problema, se a selvageria entre torcedores não ocorre dentro dos estádios e sim, fora deles.

Quem acompanha o blog é testemunha de que venho cobrando, e não é de hoje, que as autoridades competentes, FERJ e clubes, se aprofundem na matéria de forma profissional e competente e, transmitam à sociedade as medidas que devem ser tomadas em combate a esta selvageria. E, confesso pelo que tenho acompanhado no noticiário que este seria o caminho a ser adotado.

Agora, vem um juiz e, liminarmente, dá uma canetada, de acordo com o que sua cabeça determina e, sabe-se lá se com um mínimo de conhecimento de causa sobre a matéria. Estimo que as instâncias superiores possam corrigir esta medida que, na realidade, é de força, beirando os melhores dias da ditadura.

Como há no nosso judiciário juízes e desembargadores de altíssimo nível, sensíveis e justos, fica a esperança de que esta aberração que agride a cultura do nosso futebol seja corrigida.

Imaginar um Fla x Flu com só uma torcida, só na cabeça de quem não tem nenhuma relação com o futebol e com o que a vida nos proporciona de emoção e beleza.

JUSTIÇA, JÁ!!!

DESLIGA

(Foto: Staff Images/Flamengo)

Esta Primeira Liga – que em determinado momento foi para alguns dirigentes a possibilidade de
um sopro de esperança na bandeira da independência – acabou se revelando um verdadeiro tiro n’água, até porque, as sucessivas desavenças entre os dirigentes dos clubes fundadores mataram o que poderia ser um bom projeto.

Hoje, quem viu o jogo entre Flamengo e América Mineiro deve ter a noção exata do quão sem sentido é esta competição que sequer é oficial, e que obriga, neste calendário sul-americano, mais do que nunca, inchado, a jogar para se desgastar, pois não há objetivo, não há meta, não há o que conquistar.

O Flamengo venceu o América Mineiro pelo placar de 1 a 0, em jogo realizado em Brasília. Do jogo, muito fraco, pouco a comentar.

Muralha, em grande fase, garantiu a vitória. O estreante Renê, muito tímido. E, o pior ficou por conta do problema muscular de Berrío, num jogo que não valia nada…

Para quem pensa que acabou, no meio da semana que vem tem mais. O jogo será no Nordeste em mais uma longa viagem, onde o desgaste apresentará no futuro uma conta a ser paga.

E, a Libertadores está chegando…

Torcida única?

(Reprodução da internet)

O Ministério Público Estadual deu ontem o primeiro passo no sentido de que os jogos no Rio de Janeiro, independente de que competição seja, tenham apenas a torcida do clube mandante.

A bem da verdade, esta iniciativa não representa nenhuma novidade nacional. Em Minas Gerais e em São Paulo esta medida já foi adotada, muito embora, em Belo Horizonte, sem que nenhum problema fosse registrado, o último clássico – Cruzeiro x Atlético – foi realizado com as duas torcidas presentes no Mineirão.

As reações dos clubes aqui no Rio foram distintas. O Flamengo, através de nota oficial, assinada pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello, demonstra inconformismo com a ação do Ministério Público Estadual, enquanto que o Fluminense, por meio de depoimento de seu presidente, se rendeu à iniciativa.

Querem saber o que acho da ideia? Coisa de quem quer se livrar do problema sem ter trabalho. Simples, assim.

Antes de se chegar a esta medida extrema, que compromete uma das mais lindas manifestações populares do país, tudo deve ser tentado e, o início, deve ser um amplo debate na tentativa de se encontrar soluções. O segundo passo, colocar em prática o que for decidido.

Não é possível que, Governo do Estado, Ministério Público, CBF, FERJ e clubes, não se reúnam e, trabalhando duro, não caminhem para uma solução.

Seria de pedir o boné, comprando passagem só de ida para qualquer lugar civilizado, capitular por falta de um mínimo de esforço, de trabalho, de falta de vergonha na cara. De ser conivente com esta iniciativa, que liquida um dos mais lindos espetáculos populares do país.

Imaginar um FLA x FLU com uma só torcida é de cortar a alma…

Vamos tentar? Vamos trabalhar?

Quem começa? Quem rola esta bola tão importante?

Medo de decidir

(Foto:

Deu no rádio e no Globo.com, que Marcelo Cirino está arrumando as malas e nelas colocando suas chuteiras, e que o destino é Porto Alegre, mais precisamente o Internacional.

Soube que alguns dirigentes do Flamengo demonstram certa preocupação com a cessão do atacante, pois seria passar o recibo de uma transação que deu errado.

Quem pensa assim, certamente pouca experiência tem de futebol que, definitivamente, não é uma ciência exata. Por melhor que seja um jogador, por melhor que seja a fase dele, nada garante que o resultado de uma contratação seja um sucesso. Para que isto aconteça, além da qualidade do contratado, há outros fatores tão importantes quanto. Como dirigente, contratei dois jogadores que, em momentos distintos, eram considerados os melhores em atividade no futebol brasileiro e, foram dois tiros n’água. Portanto, que ninguém se envergonhe de uma tentativa ter sido frustrada, pois, na realidade, o pior erro é o da omissão. Na ação, dar errado faz parte do contexto…

Hoje, quem critica a contratação de Marcelo Cirino deve ter aplaudido de pé quando foi contratado. No futebol, o que mais existe é comentarista de resultado…

E, para finalizar, dizer que não será surpresa para mim se, efetivada a negociação, Cirino retomar no Inter o bom futebol que apresentou no Atlético Paranaense. Em futebol, confiança é quase tudo e, no Flamengo a confiança de Cirino foi para o espaço há muito tempo. A hora de mudar é essa. Será bom para todos…

Para reflexão e, ação!!!!

Álvaro Oliveira Filho, comentarista da Rádio CBN.

Como para tudo na vida há um limite, tenho a impressão de que a violência nos estádios e no entorno, chegou ao seu extremo de suportabilidade, cabendo agora à sociedade tomar vergonha na cara e, encontrar uma saída para este câncer que tomou conta do futebol em nosso país. Definitivamente, a hora é de reagir, de debater o tema à exaustão e, com coragem, partir para as soluções, doa a quem doer.

Ontem, no carro, tive a feliz ideia de ligar o rádio na CBN, onde estava rolando o programa “Quatro em Campo”. Confesso que fiquei encantado com as corajosas, profundas e pragmáticas colocações do comentarista Álvaro Oliveira Filho, um dos melhores – provavelmente, o melhor – desta nova geração de comentaristas do rádio esportivo.

Tenho, não sei se defeito ou virtude, sempre que gosto muito de alguma coisa, a absoluta necessidade de dividir, de passar adiante…. Assim sendo, até por uma questão de coerência, aí vai para todos os companheiros e amigos do blog, um dos trechos em que Álvaro Oliveira Filho aborda, com enorme felicidade, este assunto tão preocupante.



De nossa parte, fica o compromisso de não deixar esta peteca cair. Vamos ficar em cima, cobrando de quem de direito, exigindo soluções imediatas.

Berrío tem estrela

(Foto: Staff Images / Flamengo)

O Mané Garrincha é uma verdadeira mãe para os estreantes rubro-negros. Desta feita, Berrío foi o aquinhoado. Engraçado que, o estreante antes de meter o gol, já estava deixando o torcedor desconfiado após três jogadas equivocadas.

Além de estrela, Berrío deixou claro que disposição é o forte. A recomposição, quando a bola é perdida, não é problema para o colombiano. A parte física ajuda. Berrío voa baixo…

No mais, pouca coisa a comentar. Diego, com a categoria de sempre, Éverton com a vontade de sempre e, Alex Muralha com três defesas importantes, foram os nossos destaques. No mais, todos jogando para o gasto numa Copa que não quer dizer muita coisa. 2 a 0 foi um placar correto.

Aliás, com os formatos longos da Copa do Brasil e da Libertadores, esta Copa da Primeira Liga está na cara que não vai longe.

Que venha o Botafogo…

Pingadinhas de segunda…feira!

(Reprodução da TV)

. A FERJ colocou na geladeira o “fiscal de linha” que colaborou para que o gol da vitória do Botafogo sobre o Macaé não tivesse sido anulado.

Aqui pra nós: este lance foi tão flagrante, com a bola saindo muito, que o próprio árbitro do jogo tinha a obrigação de ver. O que está em discussão é sobre a necessidade de um auxiliar de linha. Gostaria de saber a opinião de todos aqui no blog. Particularmente, acho desnecessário.


. Curiosa a reação do nosso lateral esquerdo titular da Seleção Brasileira. Marcelo, que é inegavelmente muito bom de bola, ao interagir nas mais variadas formas de comunicação via internet, talvez não tenha levado em conta de que, como dizia um ex-presidente corintiano, “quem entra no fogo é pra se molhar…”

Marcelo parabenizou Neymar, ontem, pelos seus 25 anos e esqueceu que no mesmo dia Cristiano Ronaldo, seu companheiro de clube, também aniversariava. Aí, leu e ouviu o Diabo… É o tal negócio: num universo tão amplo, impossível se lidar somente com pessoas educadas, que discordam com elegância. Infelizmente, e Marcelo já deveria saber que este é o nosso mundo.


(Fotos: Staff Images / Flamengo)

. Na Espanha, os jornais informam que o Barcelona está realmente interessado no garoto Vinícius Junior, de apenas 16 anos, e que tem contrato como Flamengo só até 2019.

Sugiro ao nosso pessoal do futebol, renovar, ONTEM, este contrato.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

. Li a matéria do Globo, dando conta de que as mais variadas associações da simpática Ilha do Governador estariam preocupadas com o impacto que poderá causar ao bairro, os jogos do Flamengo que ali serão realizados.

Com todo respeito, diria que, com uma organização competente, não há o que temer. Acho que, neste caso, estão colocando pelo em ovo…


Rafael Santos, goleiro do Madureira

. O meu amigo Carlos Egon foi o primeiro a elogiar o goleiro do Madureira, de 27 anos e 1,91m de altura. Depois da observação feita aqui pelo Egon, andei dando umas espiadas e, confesso, também gostei. Rafael Santos é uma bela aposta…


. A bela notícia é a recuperação maravilhosa do nosso querido Dr. Michel Assef, além de extraordinário rubro-negro e brilhante criminalista, é o maior assaltante de geladeira nas madrugadas da vida. Daí, apesar de só comer peitinho de frango grelhado e saladinhas nas refeições, continua ganhando peso. O coração, já por demais exigido pela paixão avassaladora pela mulher Lenita, reclamou dos excessos na geladeira e, pediu reforço. Os stents foram colocados e
tudo voltou ao normal.

O fato novo foi divulgado pelo médico, que informou que o nosso Dr. Michel, daqui para frente, tem duas opções: colocar um cadeado na geladeira ou partir para uma operação bariátrica…

Radamés Lattari, outro grande rubro-negro, até por experiência própria, aposta na segunda opção…


. Pergunta que não quer calar: Este campeonato da Primeira Liga terá vida longa?