Vamos combinar?

Flamengo bate o Atlético-PR, por 1 a 0, no Brasileirão do ano passado (Foto: Gilson Borba / Futura press)

Aprendi com alguns mestres de vida e de futebol que, qualquer análise a ser feita, em primeiro plano, deve ser observado o fator normalidade.

Exemplo 1: Como comentar um jogo realizado na altitude, onde a normalidade passa ao largo, a ponto de um jogador cair duro fazendo um polichinelo, como foi o caso do ponteiro João Carlos, em jogo da Seleção Brasileira, em La Paz, a 3.600 metros de altitude?

Ou, o caso do nosso Zico, também defendendo a seleção, na mesma La Paz, que sequer conseguiu sair do hotel para o estádio, de tanto que passava mal. Quem entra em campo em uma situação assim, entra em igualdade de condições com o seu adversário?

Em síntese, esta é uma situação atípica, que foge à normalidade e, até perigoso é, fato já comprovado em vários congressos de medicina esportiva.

Exemplo 2: Jogar em gramado sintético. Isto pode ser um quebra-galho nas peladas, mas quem já foi peladeiro de carteirinha, como é o meu caso, sabe que jogo em gramado sintético é outro jogo. Como na nossa pelada havia um desfile de craques, como Orlando Lelé, Miguel, Dé, Gérson, Zico e por aí vai, o grau de exigência com o gramado era grande e, por isso, jogávamos no “tapete do Alcidão”, mil vezes melhor do que o gramado de hoje do Maracanã.

O resumo da ópera, é que torna-se impossível e injusto analisar um jogo e avaliar atuações individuais, quando a normalidade foi na esquina tomar um cafezinho. Jogar na altitude ou em gramado sintético, é algo fora de contexto. Julgar alguém quando o cenário é um destes casos, injusto é.

Portanto, neste Flamengo e Atlético Paranaense, vamos torcer com a corneta trancada a sete chaves no armário. Neste jogo, qualquer cornetada nascerá injusta. Combinado?

E, que São Judas nos ajude.

 

1 Comentário

  1. Kleber, dependendo do resultado desta noite entre Catolica e San Lorenzo, o Flamengo pode entrar mais tranquilo amanhã, pois qualquer placar desfavorável não o tira da zona de classificação.

    Quanto ao gramado sintético, ele é bastante usado na Europa e até no estádio do Corinthians. O problema do clima de Curitiba e a cobertura da Arena, que tira parte do sol, inviabilizam um gramado normal de qualidade. Acho acertada a solução de usar grama sintética se a Fifa libera.

    No mais, é jogar sério e se der para vencer ótimo, senão 1 pontinho está de bom tamanho.

    Reply
    • Grande Henrique,pelo que eu saiba não tem no Brasil e não lembro de nenhum clube grande da Europa usar grama sintética em jogos e a grama do estádio do Corinthians não é sintética.
      E compartilho da mesma opinião do Kleber..uma bela vantagem para o Atlético que diga se de passagem ficou entre os melhores mandantes no campeonato passado mais ficou entre os piores visitantes também.

      Reply
    • Henrique, as partes (laterais e fundos) externas do gramado é que são de grama sintética ou carpete (como é o caso do Maracanã), mas não a área do campo de jogo. SRN.

      Reply
  2. Aquele 0x0 na última rodada do campeonato brasileiro do ano passado, e sem nosso craque Diego, até que não foi um resultado ruim e o Atlético não teve superioridade naquele jogo.

    Reply
  3. Não concordo com vc amigo Kleber,o Flamengo Ja sabia que iria jogar contra o Furacão já tem uns 4 meses ,o mais sensato seria termos tirado alguns dias desse campeonato carioca para termos treinado neste tipo de piso.Mais pelo que vi o Flamengo somente ontem levou o time reserva para treinar em um piso assim.Onde está o Planejamento?Alias queria saber o que faz o Mozer nesta comissão ?
    O Flamengo terá que jogar o que ainda não jogou no ano pra sair de lá com uma vitória seria um ótimo jogo para o Berrio.

    Reply
    • Kkk corneta antecipada!! 50 jogos no ano com grama normal!! Mas deviamos ter parado durante os 4 meses pra treinar em grama sintetica por causa de 1 jogo!! Faltou falar do para do vaz do marcio araujo!!

      Reply
  4. Acho que o melhor resultado seria o SAN Lorenzo vencer pois o Fla se perder amanhã (absolutamente normal)nós só iremos precisar de vencer a Católica pois o SAN Lorenzo não vence o Furacão na arena .
    Ps:Se eu não me engana o Atlético não venceu na Libertadores Ainda na baixada ,contando os jogos da Pre Libertadores,me corrigem se estiver enganado.

    Reply
  5. Dawison, eu entendo que a função do Mozer dentro da comissão técnica é trabalhar com os jogadores na resolução de conflitos, orientar os mesmos dentro da filosofia de trabalho do clube, passar sua experiência de Flamengo como jogador e Europa como auxiliar técnico para os jogadores, etc. Parece que o “job description” dele não tem nada a ver com imprensa ou torcida. Ele trabalha com o grupo de jogadores, quanto menos aparecer melhor. Com ele ali, o que aconteceu no Palmeiras, a briga de preparador físico, dificilmente vai acontecer. Mozer é um filtro.

    Reply
  6. Presidente, o gramado sintético coloca realmente um ar de pelada. Mas vamos lá! Qualquer cornetada nascerá injusta ? Vamos ver o jogo, relevar, entender as dificuldades e até perdoar alguma coisa. Mas daí a dizer que, qualquer cornetada nascerá injusta ? Não discordo! Vamos torcer, vamos sofrer. Mas erros bisonhos, seja lá de quem for, tem que ter corneta !

    Reply
  7. Dawison, apoiado quanto ao gramado!
    Agora e torcer pelo San Lorenzo hoje e jogar com alma amanha. Acho que da para ganhar, e so nao dar mole, ter foco no contra-ataque e nas bolas areas.

    Reply
  8. Diferente da altitude, o gramado sintético é igual para os dois, até porque o Flamengo possui no Ninho do Urubu e treinou nele, não podemos usar isso como desculpa, o time joga fechado e possui jogadores de qualidade na frente, em suma, temos melhores jogadores do que eles e podemos ganhar o jogo!
    O que venho comentando há muito tempo é que o Flamengo precisa ter jogadores de melhor qualidade do meio-campo para trás como possui do meio-campo pra frente!

    Reply
    • Nesti, eu tbm pensava que havia um campo com grama sintética no Ninho, mas a julgar pelo fato do time ter ido treinar no campo da Associação Israelita, isso não deve ser verdade. Aliás nem podia, afinal para quê manter um campo de grama sintética? Para fazer apenas um jogo na temporada? Estou com o KL, tem que abolir totalmente esse piso. SRN.

      Reply
  9. Eliel se for como vc falou blz espero que seja útil,Alexandre se tivermos concentração nos 90 min acho também que da ,mais o que não dá é conseguir fazer gol e abdicar de jogar ,aí não vai aguentar a pressão ,é só lembrar do Jogo do Atlético Mg na copa do Brasil que tomamos de 4.

    Reply
  10. Henrique, amigo,
    Com todo respeito, a FIFA aprova que estádio com
    Grama sintética?
    Na Europa, entre os grandes clubes, nenhum!
    Na América do Sul, tirando o estádio do Atlético Paranaense, qual mais?
    Isto tem cheiro comercial, provavelmente com alguém da FIFA doido para que isto emplaque. O problema, é que quem já jogou bola sabe que a grama sintética é historinha do boi tatá. Não existe…
    Com todo respeito..,.

    Reply
    • Estou com vc KL, se insistirem nesse caminho irão ver as estatísticas de contusões e afastamento de jogadores explodirem. Assim como estão esperando alguém morrer nestes desumanos jogos em extrema altitude pela Comebol. SRN.

      Reply
  11. Caro Kleber e amigos!
    Jogar com o Atlético em Curitiba será sempre um jogo muito difícil, seja em que grama for. Pelo costume com a grama sintética, pelos atalhos e pelo fator casa, o time local ganha alma, ganha mais possibilidades no confronto. No nosso caso, estamos indo para empatar, tentar segurar o jogo o máximo que pudermos. Mas, tem dia que não é o dia do time da casa. Tem dia em que uma bola qualquer do visitante vai lá e entra. Amanhã seremos combativos, competitivos e tomara Deus, tenhamos a sorte dos campeões ou que seja aquela sorte que faltou no Chile. Mesmo sabendo que é um jogo muito complicado, estou muito confiante em um grande resultado. E que seja a vitória.
    SRN

    Reply
  12. Discordo totalmente dessa questão da grama sintética, com certeza ela é melhor do que a maioria dos gramados dos estádios brasileiros, no ano passado o flamengo foi jogar na Ilha quando ainda era controlada pelo botafogo e o gramado era tão ruim que a bola pulava o tempo todo. Pelo menos na grama sintética a bola rola normalmente e não é desnivelado, além do campo não ter buracos, o que diminui a chance dos jogadores se contundirem. Confio no time do flamengo e estou otimista numa vitoria amanhã, vamos MENGÃO!!!!

    Reply
  13. “Grama Sintética”
    – Piso mais duro
    – Piso mais veloz
    – Material abrasivo que causa queimaduras quando friccionado com a pele humana.
    Não bastasse isso o Atlético ainda molha o piso minha gente! Além do jogo de extrema velocidade os jogadores terão fração de segundos a menos para o domínio da bola, ou seja, o piso “come o tempo de bola”, tudo fica mais rápido.
    Diante deste contexto eu desta vez estou 1000% com o ZR, jogar com três volantes, laterais recuados, congestionamento total do meio de campo. IRMÃOS…..OREMOS!
    SRN.

    Reply
  14. Já que o Atlético-PR possui vantagem no requisito gramado ,o Flamengo possui algumas vantagens em relação ao time paranaense,tais como:melhor orçamento/patrocínios ,melhores contratações ,melhor/maior elenco, melhores​ condições de trabalho,melhor estrutura,entre outras…É claro que será um jogo difícil e atípico.Mas aceitar facilmente a derrota devido vantagem do gramado sintético ,como estou vendo no post e nos comentários, é ir contra a história e grandeza do mais querido do Brasil .

    Reply
  15. Concordo que a grama sintética não deveria ser aprovada no futebol profissional , assim como jogar na altitude. Mas o Flamengo já sabia dessa situação há mais de 2 meses , e nada fez pra se adaptar ?? Só agora que descobriu isso ?? Algo de errado nesse departamento de futebol, tem muito marajá…
    Com o resultado do San Lorenzo, o Flamengo só precisa de 04 pontos em 04jogos….

    Reply
  16. Não tem o que combinar, esse time do Flamengo não é decisivo, por isso teremos mais um ano com cheirinho de nada…
    Deixo aqui o meu Fora Zé Covarde!
    Queremos treinador!

    Reply
  17. Gabriel, Damião e Rodrigo Caetano. Precisamos tomar medidas urgentes, o prejuízo que esses três causam ao flamengo é imensurável. Aproveito e coloco Muralha e Rômulo no mesmo barco.

    Reply

Comente.