Direito de resposta

Treino do Flamengo – 20/06/2017 (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

O título vai na conta do oportunismo jornalístico, já que, “direito de resposta”, todos sabem do que se trata e, tem a força de despertar a atenção de todos para o tema em questão, que nos é comum e apaixonante.

O nosso amigo NINO postou o comentário abaixo:


“O negativismo impregnado”

Kleber Leite, reconheço que o momento político do clube não o inspire a criticas mais agudas, tanto a direção executiva quanto a direção técnica nesse momento.

Por esse motivo seu “otimismo institucional” esta perdoado, deixa que a gente critica!

É esse mesmo otimismo institucional que vai nos levar até o fim do 1o. turno (daqui a 8 rodadas) sem uma solução para os problemas desse time, pois não se engane, o SANTO DO ZR é forte, e ele sabe se equilibrar como ninguém na pressão da corda bamba, é um fenômeno.

Sua posição institucional tbm corrobora com o fato que talvez vc mesmo não tenha a certeza da solução a ser implementada, eu tbm não o condeno por isso!

Só para lembrar que hoje mesmo a nossa situação é INACEITÁVEL, somos 14o a 1 ponto da zona de rebaixamento, isso por sí só já seria determinante.

Nós podemos ser cegos, mas a direção do clube não tem esse direito. SRN.


Nino amigo,

Pra começar, muito bom lidar com quem escreve o que realmente pensa. No fundo, você me ajuda a esclarecer todas as situações por você apresentadas. Assim sendo, bela oportunidade para desenvolver os temas, pois com certeza, muitos devem pensar da mesma forma.

1  –  “O momento político não me inspira para críticas mais agudas”. Vamos lá: Primeiro, o momento político não poderia ser melhor e, só não é perfeito, pelo fato do futebol não ter ainda acompanhado o ritmo, pleno de sucesso, introduzido nos outros setores do clube. Portanto, mesmo sendo o futebol, sem qualquer dúvida, o que há de mais importante, não se pode deixar de reconhecer que demos uma bela caminhada.

Claro que hoje o mundo é outro, claro que o faturamento espetacular que vem sendo construído há bastante tempo possibilita um orçamento do tamanho do Flamengo e, que tudo isto ajuda e, muito. Porém, por uma questão de justiça, não se pode, em hipótese alguma, ignorar dois detalhes fundamentais. Hoje, o Flamengo está entregue – “do goleiro ao ponta esquerda” – a gente da maior seriedade possível. E, não bastasse isso, competentíssimos e, diria mesmo, alguns extrapolando e beirando a genialidade.

Quero, só para ilustrar, me referir à negociação do jovem Vinícius Júnior. Não fosse o talento do nosso negociador, Fred Luz, o Flamengo ao invés de ter vendido por 45 milhões de euros, teria topado 30, além de reduzir a “gordura” do negócio (comissões e despesas) de 20 para 15%.  Esta competência se estende ao jurídico, finanças, patrimônio e, por aí vai. E, bom não esquecer que poderia estar ainda tudo melhor, se aqui ainda estivessem fazendo parte desta diretoria, Luiz Eduardo Batista, o Bap, Flavio Godinho e Plínio Serpa Pinto.

Talvez você tenha tentado dizer que, pelo aspecto político, pela convivência, pela amizade, pelo carinho, tenha eu sido parcimonioso nas críticas. Não é verdade. Posso não ter sido agressivo ou contundente, até porque, quem lá está não mereceria, mas tenho sim chamado a atenção para os pontos que considero frágeis no futebol. Jamais me omiti. Apenas, não uso o espaço para fazer política, e sim, para dizer o que penso e alertar a quem de direito. E, sempre com elegância e educação, o que não é nenhum favor, é obrigação.

2- Com relação a – na sua observação – eu não ter sido contundente, pelo fato de, provavelmente não ter certeza da solução, ledo engano. Já disse aqui e repito:

  • Nas contratações, optamos pelo quantitativo, quando a melhor alternativa era partir para a qualidade.
  • Mais do que flagrante que este “setor de inteligência” tem se mostrado incompetente.
  • Pecamos na projeção do elenco, onde fomos consertando os “furos” causados pelas contratações equivocadas, em meio às competições.
  • Pecado mortal, não ter se contratado, até agora, um baita goleiro.
  • Perdemos realmente algumas boas oportunidades em contratar um técnico cascudo e vencedor. Tenho profundo respeito pelo trabalho de Zé Ricardo, mas por conceito definitivo, o Flamengo não é lugar para ninguém começar a carreira.

3 – Você fala no meu “otimismo institucional”. Vou além. Realmente, sou um otimista de carteirinha que só torce a favor. Mesmo com tudo que aqui coloquei, quero dizer a você que, com um pouquinho de sopro de São Judas, até porque sem ele ninguém chega a lugar nenhum, o Flamengo pode sim, e muito breve, já estar brigando na ponta da tabela.

O principal sopro de São Judas será no sentido de que Éverton Ribeiro, Rhodolfo e Geuvânio, entrem e arrumem definitivamente o time. Se isto acontecer, aposto todas as fichas que vamos ter o delicioso direito de torcer e, quem sabe, com um final extremamente feliz…

1 Comentário

  1. Kleber Leite, obrigado pela forma respeitosa e amável como se dirige aos amigos aqui desse espaço. Sabemos que as vezes podemos ser indelicados ou infelizes nas palavras e sem perceber até ofender. Mas sua fineza e educação nos surpreende cada vez mais. Além, claro, do enorme talento no que escreve e como descreve os assuntos ligados a futebol, precisamente nosso Flamengo, e outros tópicos que de vez em quando debatemos aqui.
    Você acabou de nos dar uma aula de urbanidade.
    Orgulho-me de fazer parte desse grupo aqui.
    Grande abraço.

    Reply
  2. A pressão em cima de Ze Ricardo começa agora com a chegada dos reforços .Ou vamos pra cima nessa tabela ou vaza com esse treinador e se contrata alguém coque saiba treinar minimamente um time por que o que temos não sabe.Por favor não me venham com essa de que o mercado não oferece alguém bom o bastante até por que quem está lá não é bom o bastante para ocupar o cargo.

    Reply
  3. Kleber, querido
    Quero me ater, apenas na parte onde vc cita as novas contratações (Rodolfo, E. Ribeiro e Geuvanio) onde todos nós acreditamos em um salto de qualidade enorme do nosso time.
    Mas deixo uma pergunta sisimples: Como faremos para suprir a ausência dos 3 nos jogos da Copa do Brasil?
    Para quem não sabe, erradamente, a CBF colocou prazo limite para inscrições de atletas ate abril.
    SRN!

    Reply
  4. Kleber seu otimismo sempre foi invejável no bom sentido é claro.
    Agora depois dessa bela ressaca pela libertadores aonde os erros apontados por todos, foram fundamentais para o insucesso na mesma, e depois de muita reflexão, penso que a diretoria ao menos está se mexendo com as 3 contratações acima do mercado feito pela mesma, enfim eu ainda acredito no título em alguma das 3 competições do ano, vejo a copa do Brasil mais próxima e acho importante ir bem na série B da libertadores, quanto ao brasileiro, penso que esse início pode comprometer o restante, mas nada impossível para o time das arrancadas.
    Pontos positivos: arena da ilha, as 3 contratações e o posicionamento de mercado do Flamengo.
    Pontos negativos: Márcio Araujo, falta de um vice de futebol e as contratações duvidosas do começo do ano.
    Quanto ao Zé Ricardo o Kleber já falou o que eu penso, mas na falta de um extra série no mercado eu iria com ele mesmo, o Dorival seria interessante, mas penso que a diretoria e sua filosofia empresarial vão segurar o mesmo.
    Quanto as contratações em quantidade, ter elenco é bom, mas o vejo desequilibrado, falta critério em algumas é fato, hoje o André Rizek falou sobre isso, ter grana é ótimo, porém gastar com sabedoria é excelente, enfim entre erros e acertos o ano vai passando e seria interessante diminuir os erros, desfazer de algumas peças nessa janela e pensarmos num goleiro de alto nível e um volante que jogue, pois o Rômulo me parece uma incógnita.
    Parabéns a diretoria pelas 3 contratações antes mesmo da janela se abrir, impensável anos atrás.
    SRN.

    Reply
  5. Nino, faltam 30 jogos para o término do Campeonato Brasileiro. Se o Flamengo fizer mais 20 vitórias, levanta o caneco. Ainda dou de lambuja mais 3 empates. Sobram 7 derrotas.

    O ano ainda reserva a Copa do Brasil, Sulamericana e até a Primeira Liga, ou seja, está longe do seu final e longe de estar perdido.

    O otimismo sempre deve sobrepor ao pessimismo, pois o pessimista ao sair de casa já pensa que será atropelado, que vai ser sequestrado, que vão roubar sua casa, etc. Além disso, aqui não vejo nenhum sonhador e sim confiantes no momento que essa diretoria nos proporciona com um elenco de primeiro mundo.

    Reply
  6. Kleber, obrigado pela atenção, estou de acordo com suas palavras.
    Tenho como hábito estender uma bandeira branca na 3a feira, esperemos que na 6a feira estejamos falando bem do ZR, e não mal!

    Reply
    • Mas fazendo justiça a suas palavras, foi muito agradável relembrar algumas idéias e posições sobre o futebol do Flamengo que vc tem tornado público aqui, estou tão de acordo que concluí que se houvesse um vice de futebol com seu perfil gerindo o futebol do clube, as coisas estariam devidamente nos seus lugares.
      Não obstante, não me lembro de uma administração qque tenha sido tão notória administrativamente quanto a do EBM. Por outro lado temo que esta conquista seja a ÚNICA COROA de seus mandatos.
      SRN.

      Reply
  7. Caros Amigos,

    Mudo o assunto, pois como estou sem sono, me veio uma idéia na cabeça, porque não tentamos uma troca com o Botafogo, oferecemos em troca envolvendo o Goleiro Jeferson com alguns dos nossos diversos jogadores que queremos nos desfazer, tipo Mancuello, Cuellar, Gabriel, Matheius Savio entre outros, o Botafogo precisa de jogadores e já tem o Gatito

    Reply
    • Radames,
      Nao ha nenhum problema em tentar – sempre devemos tentar aquilo que de fato queremos. A grande questao eh: haja visto todo o comportamento da diretoria do Botafogo em relacao ao Flamengo desde o ano passado, vc acredita que eles sequer conversariam sobre o assunto? Ha de se pensar, quando se trata de uma negociacao, na viabilidade da mesma, ate pra se evitar desgaste de imagem e tal. Nao confio nem um pouco que a diretoria do Bota manteria esta negociacao em sigilo. Certamente levariam para a imprensa que “disseram mais um nao” ao Fla ja que pra eles isso parece ser demonstracao de “poder” depois do caso Arao. Enfim… grande abraco! (desculpe a falta de acentuacao)

      Reply
    • Me atrai a ideia de usar jogadores sem muito espaço como moeda de troca mas em relação aos citados, o Fla deve se ater a 3 coisas:
      1) Não sabemos as condições de jogo que tem o Jeferson e o problema no gol é algo que tem que ser sanado de imediato.
      2) O Mancuello custou cerca de 11 milhões, Cuellar e Gabriel 6, apesar do alívio no salário e a vinda de um jogador melhor, há de se analisar no mercado o que é mais rentável, uma troca ou venda.
      3)Discordo vender o Matheus Savio, tem apenas 20 anos, é barato, identificado com o clube, pode compor elenco tranquilamente. Ele é melhor que o Mateus que foi vendido ao Sporting por R$ 3,4 milhões e Thomás que fez gol na gente, por exemplo. Cada jogador tem seu tempo de amadurecimento, acho que vale esperar um pouco mais.

      Reply
  8. Pingadinha minha, para quarta feira.

    Hoje fatalmente entraremos em contagem regressiva para os 100.000 sócios torcedores.

    Estamos até o presente momento com 99.482 sócios, restando portanto pouco mais de 500 sócios para a tão sonhada marca.

    A previsão ao chegar o número mágico de 100.000 sócios é que se tenha 35 milhões em arrecadação.

    VAMOS QUE VAMOS !!!!!

    Reply
  9. Kleber Leite, obrigado pela forma respeitosa e amável como se dirige aos amigos aqui desse espaço. Sabemos que as vezes podemos ser indelicados ou infelizes nas palavras e sem perceber até ofender. Mas sua fineza e educação nos surpreende cada vez mais. Além, claro, do enorme talento no que escreve e como descreve os assuntos ligados a futebol, precisamente nosso Flamengo, e outros tópicos que de vez em quando debatemos aqui.
    Você acabou de nos dar uma aula de urbanidade.
    Orgulho-me de fazer parte desse grupo aqui.
    Grande abraço.
    Aqui o recado do amigo Hélder, faço de suas palavras as minhas.
    E digo mais, Kleber sempre nos surpreende neste momentos,e também nos momentos que é perseguido no CRF, com a velha, e já diversas vezes esclarecida questão do PLAZA, por um motivo muito simples, cada só oferece o que tem dentro de si. sem mais.

    Reply
  10. Essa administração tem inúmeras qualidades. Mas não podemos esquecer que o percursor e a grande mente que reuniu esse grupo competente que está por trás do EBM é o BAP. O nosso presidente, com o passar do tempo, passou a ter uma soberba, achar-se um Deus. Como se o mesmo fosse o único responsável pela mudança do Flamengo e não é. Fico desapontado pelo presidente não aceitar ser criticado por aquilo que está errado em sua gestão. Afinal o mesmo escolheu acumular a vice-presidencia de futebol… Nada mais justo que aceitar as críticas pleonasmo momento do time… Principalmente quando nosso técnico dá entrevistas achando que empate é bom resultado… Não é e nunca será para o tamanho do Flamengo. Onde está o vice de futebol para cobrar esse tipo de entrevista????

    Bandeira foi colocado neste posto pelo seleto grupo que estava se formando, mas parece que esqueceu as raízes e se acha acima do bem e do mal.

    Quero meu Flamengo pensando grande novamente.

    SRN

    Reply
  11. Carissimo presidente,
    Como se costuma dizer pelos rincões do país, o maior patrimônio do clube é a sua torcida. Porém e infelizmente, no nosso caso pelo menos, há ocasiões em que nos tornamos nosso maior inimigo. O chamado “inimigo na trincheira”. Que o digam Paulo Nunes, Marcelinho Carioca, Diego Souza, Dijalminha, Renato Gaúcho, o próprio Adriano Imperador, entre outros, e tambemb inúmeros técnicos que no passado saíram do clube por pressão nossa e por serem considerados incapazes de vestir o manto ou de dirigir a equipe e que, mais tarde e com o “timing”necessário, brilharam com outras cores. Estamos diante do que talvez seja a maior revolução na história do Clube de Regatas do Flamengo, em todas as suas frentes, incluindo e principalmente o futebol. O clube hoje possui um centro de treinamento considerado de excelência, não só para o futebol profissional mas também servindo às categorias de base, o que fará com que, de fato e de forma recorrente, se justifique o velho bordão “craque o Flamengo faz em casa”. Como reflexo, vemos através da mídia, uma enxurrada de agentes tentando associar seus atletas ao clube, como há muito não se via. A maior transação de venda de atleta da história do clube acaba de ocorrer. A maior transação de compra da história do clube também acaba de occorrer. Tudo isso de forma financeiramente viável. O clube tem obtido os maiores contratos, tanto de patrocínio como de transmissão de jogos, e não se pode associar tudo isso ao “momento favorável” , até porque o momento econômico do país não poderia ser mais conturbado. No caso dos direitos de transmissão, é só olhar a insatisfação de nossos concorrentes com a diferença entre o que eles recebem e com o que o Flamengo conseguiu negociar a seu favor. A marca Flamengo nunca foi tão valorizada. Internamente, a mudança no estatuto faz com que se inibam ações que no passado beneficiavam indivíduos em detrimento da instituição. Na pratica, o Flamengo já possui o seu próprio e tão sonhado estádio, já que o atual aluguel do estádio da Ilha tem vigência de três anos prorrogáveis por mais três, o que é mais do que suficiente para que tenhamos a arena da Gávea ou o próprio Maracanã ao nosso dispor antes mesmo que o aluguel da ilha se encerre. . Todos sabemos do progresso imensurável que o clube vem tendo com amortização de suas dívidas e, como consequência direta, a credibilidade está de volta. Quanto ao time, que é o que mais nos interessa enquanto torcedores, é inegável a melhora em qualidade do elenco, melhora sustentável importante ressaltar. Quando falamos de ausência de títulos nesse período de recuperação, parece que nos esquecemos que fomos campeões da Copa do Brasil e um ou dois campeonatos cariocas. Concordo que não seja suficiente para alimentar nossa sede de títulos, porém, durante o mesmo período quem foi o “papão” de títulos por aí??? E a polêmica em relação ao nosso técnico? Confesso que, por vezes, como torcedor que sou, dá aquela vontade de entrar tela adentro ou campo adentro para esganar o Zé. Simplesmente porque ele não faz aquilo que eu, vejo como óbvio. Porém, depois, com a cabeça mais fria, fico aliviado em realizar que ele é o técnico e não eu. Concordo, em tese, com o meu queridíssimo e eterno presidente quando ele diz que o Flamengo não é lugar para treinador em início de carreira, como as maiores corporações tampouco são o lugar adequado para executivos em início de jornada se sentarem na cadeira de maior relevância. Ocorre que o Flamengo é único e a história já nos provou que essa “lógica” não funciona bem no Mengão. Exemplos não nos faltam, que vão desde Claudio Coutinho até Jaime de Almeida, passando por Carpegiani, Andrade, Carlinhos etc…..
    Também há a discussão, além da falta de experiência, sobre a capacidade técnica do nosso treinador. Muitos dizem que ele “engessou ” o time que só tem uma maneira de jogar. Aí, me pergunto: e qual é a equipe no mundo que pode apresentar uma variação tática tão diversificada? Estava na Europa e tive a oportunidade de assistir ao vivo a decisão entre Real Madrid e Juventus e não percebi nenhuma variação tática durante o jogo. Vi sim, dois times fiéis, cada um, à sua maneira própria de jogar, maneira essa que tenta refletir às características de seus principais jogadores. Aliás, o Real Madrid é um bom exemplo de uma equipe onde vários atletas renomados levaram tempo para se adaptar ao clube, casos de Varane, Kroos, Benzema, Bale e outros…. também podemos falar do próprio Zidane, igualmente questionado pelos torcedores merengues e pela imprensa “especializada” e que acaba de dar o título inédito de bicampeão ao Madrid.
    Por fim, com todas as mudanças a que temos testemunhado e que, creio, irão catapultar o Flamengo para um nível sustentável jamais experimentado na história do maior clube do Brasil, talvez seja a hora de nós torcedores, ainda que muitas vezes insanamente apaixonados e, portanto, passionais, balancearmos um pouco mais nossas críticas, para que, possamos remar a favor e não contra a maré.
    SRN

    Reply
  12. Radamés sua sugestão é maravilhosa , mas o botafogo está com birra, então fica difícil. só ficaria faltando um técnico para melhorar de vez !

    Reply
    • Geraldo, francamente, faça as contas por favor:
      Depois de deixar passar Gatito Fernandes (titular) por 2mi, o Flamengo vai querer trocar o Mancuello, um jogador de 10mi, pelo Jefferson? Um goleiro parado a quase 1 ano? Além do mais qualquer relação do CEP com o EBM são inviáveis, ao que parece, definitivamente. SRN.

      Reply
  13. “O bipolar”
    Como comentado, estou de recesso na corretagem, pelo menos no modo mais frenético, estridente, isso até 6a feira!
    Isso posto, obviamente, como não poderia deixar de ser….estamos todos torcendo para um boa atuação no jogo de amanhã, na esperança que o ZR encontre o “viés de alta” no seu trabalho…é necessário, aliás imprescindível. SRN.

    Reply
    • Aliás, time de futebol é uma das poucas exceções onde bi-polaridade não é uma doença, mas uma constatação. Os polos do torcedores estão ligados diretamente a “vitórias” e “derrotas”.
      Acho até mesmo que o termo bi-polar não seja conveniente, afinal caríssimos meus, entre vitórias e derrotas sempre existirão fatores supervenientes, portanto motivadores de mudança de ânimos e opiniões SRN.

      Reply
      • Eu, de minha parte, sinceramente desejo mudar a minha opinião sobre o trabalho atual e futuro do ZR a partir do jogo de amanhã. É essa é a torcida…SRN.

        Reply
  14. Geuvanio vai ser apresentado agora (18h desta quarta).
    Rodolfo já tem seu nome no BID.
    BID teu pane. Sem acesso e o nome do E Ribeiro, ainda, não apareceu. (Preocupante)
    Daqui a 10 dias Jefferson já pode assinar um PRÉ CONTRATO. Então não justifica investir em um goleiro (mesmo sendo o Jefferson) com mais de UM ANO parado e podendo vir de graça em 2018.
    Time para esta quinta: Thiago; Rodinei, Rever, Juan e Trauco; Cuellar e Arão; E. Ribeiro (se estiver no BID), Diego e Éverton; Guerrero.
    SRN…

    Reply
  15. Conforme antecipado pelo canal PAPARAZZO RUBRO-NEGRO, a venda do Donatti de confirmou… Parabéns Flamengo!!! Vendemos o melhor zagueiro da libertadores 2015 e ficamos com o Vaz e o Juan ( ídolo mas é um ex jogador). O Donatti deveria pois é o melhor zagueiro que tinhamos no elenco.

    Parabéns Zé Ricardo
    Parabéns comissão técnica
    Parabéns a todos por mais esta incompetência.
    Será que pode piorar????

    SRN

    Reply
      • Quais as partidas memoráveis que Donatti fez com o manto?
        Quantos jogadores temos no elenco que vieram de países sul americano como destaque e não viram a cor da bola no Flamengo?
        Sinceramente não vai fazer falta nenhuma.
        É isso que falo a diretoria trouxe esses caras como destaque agora que culpa tem a diretoria se eles não jogaram bola?

        Reply
        • Claro que não vai fazer falta… Ele jogou quantos jogos?????
          11 ne…

          Aí meu camarada fica impossível dizera que o cara não serve…

          Agora te pergunto: Vc acha que o Vaz nesses jogos todos mostrou competência pra jogar aqui????

          Pelo amor de Deus ne…
          Pensa um pouco…

          O cara foi eleito o.melhor da libertadores…. Foi a toa???

          E o Vaz???? Melhor do banco do Vasco?!?!?

          Tenha bom senso amigo.

          Reply
  16. Parece que Arão volta no lugar do Cuellar. Márcio Araújo (que a torcida odeia) será mantido! Como gosta de brincar com fogo, o nosso treinador. Acho que a ele falta não só inteligência, falta bom senso. Srn

    Reply
    • Isso é inacreditável.
      Cuellar fez dois bons jogos. Se confirmar, fica claro que além de incompetente, o treinador também é um injusto paneleiro.

      Reply
        • Se tivéssemos no elenco um primeiro volante inquestionável com certeza ele barraria o Marcio Araújo.
          Mais o fato que não temos e Cuellar não é isso tudo,é estabanado,não tem um bom passe,comete falta em excesso,e não desarma.
          O caso é que Marcio Araújo está marcado e virou o patinho feio.

          Reply
  17. Depois de ler no GE a provável escalação, fiquei pensativo em relação ao Zé Ricardo e a desculpa de escalar de acordo com o adversário.
    Sempre uma desculpa para defender o indefensável.

    Reply
  18. Eu não acredito em paneleiro, o Zé está no comando do time e ele sabe porque joga o MA, ela não é de fazer injustiça com jogador, pode ser certeza q ele vai conseguir encaixar este time! Quanto ao Jefferson, acho q a gente não deveria fazer contato nenhum com o Botafogo, deixe esses agourentos para lá, longe deles!

    Reply
  19. “O pior cego é aquele que não quer ver”
    Voltando a insistir na frase que motivou o “Direito de Resposta” do nosso garboso e querido KL (como se dono do blog e figura ímpar que é precise ter o “direito de resposta”, sendo ele a própria, 2009 fala por si).
    Ao término da rodada vejo o Botafogo metendo 3 no Vasco, pergunta aos amigos, “quem aqui, e em que condições imagina esse time do ZR dando de 3 no Vasco? Sinceramente!”
    Vejo o Fluminense meter 3 lá na casa do Havai! O mesmo Havai que provavelmente deixou de nos ganhar devido a uma interferência externa na arbitragem!
    Ai no bar, depois de ver os jogos da rodada, alguns alegres (botafoguenses e tricolores), outros tristes (vascaínos), mas reanimados, reconduzidos a alegria a vida pela cerveja, lá pelas tantas uma preocupação? (por diversos motivos é claro). “Será com com estas vitórias estaremos dormindo na zona de rebaixamento?”. Acessando rapidamente a internet pelo celular um alívio, continuamos na “mierda”, mas fora da zona do rebaixamento.
    Comentários aqui e acola sobre as contratações, porém uma certeza e unanimidade entre os populares, “esse ZR é fraco demais”!
    Então meus caros amigos, estaríamos todos, botafoguenses, tricolores e flamenguistas totalmente alcoolizados a ponto de perderemos a razão? Estaríamos todos, principalmente nós rubro negros, todos a essa altura errados, e os doutores da direção do futebol do Flamengo certos? Ouve a nação! SRN.

    Reply
    • Meu prezado Nino, existem situações no futebol que não se explicam. Veja o caso do galo mineiro, também tem um bom time e não decola. Tem um treinador que muitos aqui queriam no Flamengo. Abelão não era bem visto por muitos aqui para comandar o Flamengo e está levando o modesto Fluminense nas costas, e por aí vai.

      Li agora há pouco qud nosso Zé volta a insistir com Márcio Araújo e William Arão que não atravessam boa fase. Ele deve ter alguma tara por esses jogadores. Não acho Cuellar nem de perto um supra sumo, mas deu mais agilidade na saída de bo,a da defesa para o ataque e lá vem nosso treinador insistir novamente com o que não vem dando certo. É de lascar, amigo.

      Acho que nao adianta contratar nem Messi e Cristiano Ronaldo, pois teriam que disputar a vaga com Gabriel peteleco e coisas do tipo. Qualquer um que chega tem que, obrigatoriamente, passar pelo banco de reservas inicialmente. Não me surpreenderei se Everton Ribeiro começar no banco de reservas quando estiver liberado para jogar.

      Sinceramente não sei o que pensa os homens da caneta no Flamengo. De que adianta termos bons músicos se não temos um maestro que saiba conduzi-los.

      Reply
      • Caro Helder, é fato mais comprovado e óbvio que ZR tem uma pacto de fechamento com o grupo de jogadores que o bancou quando iniciou os seus trabalhos. É a zaga toda com Vaz, Réver e Muralha, os cabeças de área MA e Arão, os meias Éverton e Gabriel (Diego) e na frente o Guerrero. Esse é o time do ZR, onde ele apresentou melhor desempenho. Acontece que para cá a maionese desandou, alguns jogadores entraram em declínio físico e técnico, os problemas de definições a gol se acentuaram, ZR tbm se perdeu um pouco em invenções (tornou-se mais defensivo) e finalmente os adversários aprenderam a lidar com a compactação e toque de bola do time do ano passado. O ano se iniciou com a necessidade do ZR tanto rever variações na escalação do time, bem como do seu esquema tático. Até agora ele não obteve sucesso em nenhuma das duas necessidades, o time desandou e sinceramente, sem maldade (até pq torço por ele e pelo Flamengo), não acredito que ele vá retomar o viés de alta do seu trabalho, espero estar enganado, mas os fatos estão ai, o ZR entra primeiramente par não perder, essa é a sua premissa, assim nosso time é o time DO EMPATE. SRN.

        Reply
  20. Extremamente frustrante o Everton Ribeiro não estrear contra a Chape. O Guerrero estreou no Rio Grande do Sul, o Diego em Brasília e com o É.Ribeiro era a chance de presentear o torcedor do Rio, que é o torcedor mais próximo ao Fla, que vai ao estádio toda quarta/domingo. Mesmo não sendo no Maracanã, a atmosfera na Ilha seria incrível, penso no lamento do torcedor que chegou a pagar R$ 320,00 no ingresso para o jogo imaginando vê-lo tabelando com o Diego.
    Entendo as dificuldades de uma transferência desse porte, mas sendo esta a maior transferência da história do clube, não valeria a pena uma mega-operação para contar com o jogador? De repente mantendo algum representante do Fla em Dubai para ajudar, visto que o curto período entre a abertura da janela e o jogo, o fuso horário de 7 horas e o período do ramadã que se iniciou no fim de Maio já eram empecilhos previstos.
    Financeiramente quem vai ganhar dinheiro com a estreia do mesmo será o Bahia e dentro de campo sabemos que precisamos dele pra ontem. O jogo de amanhã é extremamente importante para as pretensões do Fla no brasileirão. Sei que a gestão do Fla queria muito que ele jogasse e que devem ter trabalhado muito para isso mas a verdade é que fica um gosto bem amargo e que desde a eliminação as coisas teimam em dar certo ao Fla. Tomara que o Vinicius Jr destrua amanhã e que as coisas melhorem logo. SRN

    Reply
  21. Não consigo dormir. Insonia. pesadelos. MA mantido no time !!!!
    Incrível, o cara mexe bem no intervalo do fla flu, o time melhora e….realmente eu entrego os pontos.
    Todos aos botes que o naufrágio é inevitável.

    Reply
  22. Prezado Kleber,
    Eu concordo contigo em todos os pontos, não sei se já cheguei ao ponto de implicância, mas não consigo mais assistir os jogos do Flamengo com o Márcio Araújo em campo. Alguns conseguem enxergar que ele tem um bom desarme, mas ele não consegue fazer uma saída de bola descente. O restante do time além de não ter movimentação, ele simplesmente só toca pro lado (Reparem no jogo de hoje).
    Acabei de ler uma notícia que o nosso excelentíssimo treinador, irá bancar novamente o Cuellar e voltar com o Arão, mantendo o Márcio no time. Isso pra mim é inexplicável, jamais, digo e repito, não conseguiremos ser campeões enquanto o Zé Ricardo estiver no comando, ou enquanto ele manter essas “convicções” que somente ele entende.

    Reply
  23. Desvirtuando um pouco do assunto, gostaria de saber se alguém está sabendo algum detalhe sobre a volta do Renato Augusto ao futebol brasileiro e pelo que vi em mídias alternativas, nada confiáveis diga-se de passagem, o Flamengo teria inclusive acertado bases salariais com o mesmo.

    Kleber ou demais companheiros de blog teriam alguma informação?

    Fato é que se concretizar está negociaçao será um gol de placa, pois o Renato além de flamenguista de arquibancada e um excelente jogador.

    SRN

    Reply
  24. Convenhamos que a Chapecoense não é nenhum bicho papão e que vá dificultar nossa vida no jogo de hoje. Quem anda dificultando as coisas é o próprio Flamengo. Nenhuma novidade para o jogo de hoje. Vai ser aquela lamúria de sempre. Toques e mais toques e chuveirinho para ver no que dá. 60% de posse de bola e meia dúzia de chutes a gols. Repertório pra lá de cansativo e enjoativo de se assistir. Mas se o Flamengo pensa em algo mais do que apenas libertadores, é ganhar ou ganhar hoje.

    Reply

Comente.