Rescaldos da eliminação

(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

. Independente da nossa pouca força ofensiva – em que os atacantes não atacam e não fazem gols – não há como não se concluir que, infelizmente, o nosso ótimo goleiro Diego Alves não esteve em uma noite feliz.

No primeiro gol, sei lá, mas com jeitinho dava para defender. Talvez, falta de sorte… Já o segundo gol, há nele uma história embutida e, até agora, não contada.

Fato é que, em determinado momento, Diego Alves acusou um problema muscular e, pela imagem, imaginei que o nosso goleiro seria substituído, pois se há uma contusão traiçoeira, em que não adianta se insistir, é a muscular. Aí, me deparei com uma cena pouco comum, quando o médico do Flamengo, Dr. Tannure, começou a enfaixar a coxa de Diego Alves.

Se o treinador já tivesse realizado todas as alterações, seria até natural o procedimento, porém, em se tratando de contusão tão séria, por que não substituir? Radamés e Haroldo Couto, que estavam ao meu lado, argumentaram que era para não abrir mão de Diego Alves, pois o jogo poderia terminar empatado e, como se sabe, ele é um baita pegador de pênaltis. Argumentei que, apesar de poder ser esta a explicação, não era racional, pois para se pegar pênalti, explosão muscular seria necessária e, como fazer isto com músculo da coxa baleado?

Não demorou muito, gol do Corinthians. A bola era defensável, pois foi chutada de longe. Ficou em mim a sensação clara de que Diego Alves não chegou na bola em função do problema muscular. Erro grosseiro de avaliação, onde três erraram. O goleiro, o médico e o treinador. Vocês estão lembrados de que antigamente, muito antigamente, quando não era possível se substituir um jogador, quando havia um problema muscular, onde era colocado o jogador contundido? Acertou quem imaginou a ponta esquerda. No gol, jamais, pela importância decisiva da posição. Erramos feio.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

. Será que não deu até agora para que se perceba que, infelizmente, não temos NENHUM atacante com um mínimo de competência? As contratações para o setor foram pavorosas. Juntem Marlos Moreno, Ceifador, Uribe, Lincoln e Berrío, não dá um atacante. Não incluí Vitinho nesta relação, pois, embora não valha um quinto do que o Flamengo pagou, ganhando moral, ainda pode ajudar.

Este caso dos atacantes é muito parecido com a situação de uma empresa que vem apresentando prejuízo ao longo do tempo e, ao invés de concluir que é melhor entubar e estancar o preju, continua acreditando em milagre, insistindo e o prejuízo aumentando. Este é o nosso caso. O Corinthians tem problema igual. A diferença é que desistiu de jogar com 10 e, no improviso vai se virando. Ver o Ceifador escalado e Vitinho, o homem de 45 milhões de reais, no banco, é de doer.


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

. Outra coisa: Não é o fato de se jogar com mais atacantes que vai fazer com que um time esteja mais próximo de fazer gol. Para o atacante entrar em ação, a bola, obrigatoriamente, tem que passar pelo setor de meio campo. Digo isto para criticar as alterações, onde o Flamengo perdeu o meio campo e, consequentemente, o jogo. Este é o momento em que falta um mínimo de experiência ao nosso eterno estagiário. Experiência aos 36 anos e, sem nunca ter jogado, convenhamos, é querer demais, é dar muita sopa para o azar…

O companheiro Jorge Abel, do “Esporte 24 horas”, me entrevistou e, lá pelas tantas perguntou se eu demitiria o Barbieri. Respondi que jamais o demitiria, na medida em que jamais o teria efetivado. Repito que, nada pessoal, nada contra ele, apenas conceitual, pois o Flamengo deve ter sempre um treinador compatível com o seu tamanho. Cuca e Abel deram sopa e, sequer, procurados foram. Muita incompetência…

. O noticiário dá conta de que os atuais dirigentes estão avaliando se demitem Barbieri, ou não. Agora ficou realmente difícil, pois não há no mercado alguém de peso e, sem esquecer que daqui a dois meses teremos as eleições. O ideal seria o treinador pedir o boné, pois assim o parto seria normal e, a sequência do brasileiro sem traumas.

Conseguir um interino para substituir o estagiário não seria missão das mais difíceis, até porque, só faltam doze jogos para o fim do campeonato. De qualquer forma, isto tem que ser bem pensado, pois seria o desastre dos desastres o Flamengo não se classificar para a Libertadores do ano que vem. Se dá para ser campeão? Dá tudo! Para ser campeão e até para ficar fora da Libertadores. Fosse numa roda de pôquer, diria que estamos na última mesa, a decisiva, a do tudo ou nada, onde para se ganhar, sorte e competência têm que caminhar juntos.

Abro mão de dizer o que faria se lá estivesse, pois alguns “fariseus”, como diria Mario Gonçalves Vianna, iriam me acusar de estar tumultuando o ambiente. O que desejo é que, ao menos nesta mesa final, os nossos dirigentes palpitem e decidam com sabedoria. Afinal, só tenho uma paixão. Só tenho um clube para torcer e, já estou cansado de perder.

1 Comentário

  1. Kleber,

    O canal Gustavo Henrique Dando Choque trouxe uma matéria de hoje com o time treinando hoje no CT do Palmeiras!

    Sinceramente não entendi! Não quiseram voltar ao Rio?

    Saudações!!!

    Reply
  2. Kleber eu como um cirurgião ortopédico diria,mais cirurgico impossivel!Amigo,com sinceridade,visto que o reserva eh o FRAQUÍSSIMO CESAR,eu teria tentado manter o Diego Alves no jogo,mesmo sendo mais irregular do que um goleiro do nivel dele era pra ser….quanto as colocações que fez,são exatamente essas mas eu fico exasperado como não tem NINGUEM nessa diretoria pra bater na porta e desafiar o presidente com essa manutenção do estagiario….era pra caso de se pedir demissão em massa entao e deixar essa mula sozinha….Kleber,além de tudo esse time tá recheado de jogadores sem alma e vibração,confesso que esse sábado a noite parece que será de amargar….acaba 2018!

    Reply
  3. Caro Kleber e amigos!
    Na minha avaliação aconteceram falhas nos dois gols por parte do Diego Alves, que diga-se, é uma de nossas salvações, mesmo não sendo um mestre nas saídas do gol. Neste quesito, não devemos esquecer também, que no segundo tempo e até sem goleiro a gente tinha condições de avançar no placar. O Corinthians chutou pouco e foi muito feliz. O Corinthians jogou pouco e foi muito feliz. A grande diferença não está na beira do gramado, mas, sim, num espirito que já é tradicional dos paulistas e que falta na nossa equipe. Não sabemos sair de qualquer retranca e não jogamos para a frente. Usamos passes entre zagueiros e laterais e quando chega no ER, Diego e Paquetá a bola fica presa. Nós temos um time quase bom, um técnico quase bom e um presidente quase presidente, apesar de que em alguns momentos ele pode até se apresentar como DEUS. Ficam-se as feridas de uma cicatriz que nunca se fecha. Entre uma ferida e outra, entre uma pereba e outra, entre uma desilusão e outra, vamos por aqui amando esse Flamengo.Ele é MUITO NOSSO. Um dia esse EBM desce descarga abaixo. Alguém haverá de apertar o botão.
    Se fosse na avaliação de escola de samba o locutor iria gritar sobre a escola EBM que desfilou na avenida:
    Quesito Finanças – 10.
    Quesito Futebol: garanto que o locutor dispara no choro.
    SRN.

    Reply
  4. Concordo, totalmente, com o Presidente no assunto Diego Alves e na falta de know how do estagiário. Olha o que fizeram o Mano Menezes, Renato e Felipão quando disputavam 3 competições: pouparam os jogadores mais rodados e abriram mão do brasileiro em algumas rodadas. O Flamengo se continuar nesta política de comprar trintões e for disputar Libertadores, tem que montar um time forte e não querer achar que vai ganhar tudo, tem que poupar jogador sim. Faz como o Cruzeiro não está bem no brasileiro mas também não fez nenhum vexame até agora. Está lá numa zona de conforto e pelo menos um campeonato vai levar.

    Reply
  5. Caro Kleber
    Na minha opinião o Dr. Tanure vetou o Diego alves mas o estagiário quis pagar pra ver. E viu. Sem comando, sem liderança, sem time, sem titulos, isso é o CRF na atualidade. Que mudemos esse cenário para 2019, pois 2018 ja acabou. Sem comando Não se conquista nada.
    SRN

    Reply
  6. Kleber, meu amigo, não fique cansado de perder… Mantiveram o estagiário, ou seja, ao menos em 2018, as derrotas serão constantes.
    Os caras erraram feio desde o momento que contrataram o Carpegiane, que não é ninguém há 30 anos. Cuca dando sopa, já melhorou o time do Santos, mas nossos bostinhas de dirigentes preferiram estagiários. Noval é uma nulidade, algo completamente bizarro.
    Que esse ano acabe logo e que você possa nos ajudar elegendo qualquer candidato, não importa quem, importa essa gestão meter o pé logo.

    Reply
  7. Sinceramente acredito que quem se decepcionou foi quem esperava muito deste time e infelizmente este torcedor não tem um pingo de juizo. Eu não tinha expectativa nenhuma , não esperava e nem espero absolutamente nada deste time , portanto não estou nem um pouquinho decepcionado. Alias nem assisti o jogo, só soube do resultado no dia seguinte. Tenho mais o que fazer do que comprometer minha saúde em prol de um bando de jogadores paulistas que não sabem o que significa ser Flamengo. Flamengo pra mim só ano que vem.

    Reply
  8. Caro Kleber, com relação o Diego Alves a minha leitura foi a mesma que a sua. Sábado na Bahia vamos enfrentar um bom time e que é difícil de ser
    batido na Fonte Nova, dá para ganhar mas todo cuidado será pouco. Na sexta feira 05/10 às 21:00 hrs será a vez de enfrentarmos o Corinthians no Maracanã. Esses seis pontos serão vitais para o psicológico da equipe e para nossas pretensões na competição.

    Reply
  9. Já sabendo que esse time não tem alma, não tem DNA rubro negro e não tem pegada alguma e que gols quando acontecem são fruto do acaso, ainda no primeiro tempo, em boa hora, mudei pra Netflix. Acaba logo 2018. SRN

    Reply
  10. Concordo a respeito de treinador mas com todo respeito discordo do Lincoln. Ele tem 17 anos e tá cedo para avaliá-lo. O Flamengo já desfez se muita promessa que de certo em outros clubes. Ao longo da história do clube se queimasse menos a base gastaria bem pouco. Vinícius Júnior faz falta mas tem outro que faz falta e fez gols decisivo este jogador é o Vizeu. Paquetá só virou unanimidade pelo fato do Rueda dar chance a ele ou seja foi preciso um treinador de fora para observar. A base precisa ser melhor aproveitada mas observa-se a base de outros clubes. Discordo Kleber está questão que o Vitinho foi caro tenha que jogar pra mim é mais um jogador cujo o passe foi alto mas do mesmo nível dos outros nunca demonstrou nada de mais pra mim a base do Flamengo na época tinha jogadores do mesmo nível.
    Um dos problemas foi a demora para definir treinador e o grupo político ter se dividido.

    Reply
  11. O futebol do flamengo está contaminado, até na base que dava sinais de evolução a soberba está presente. Uma mudança drástica precisa ser feita. Nosso presidente perdeu a mão, a paciência do torcedor acabou. Estava assistindo o jogo do sub 20, se acham iguais a geração que fez o flamengo ser o que hoje, mas quem são esses rapazes perto daquele time? Chega de protegidos, de passar a mão em cabeça de jogador. Mudança e cobrança já

    Reply
  12. Boa noite, amigos,
    Mais um vexame do Flamengo. Agora o sub-20 perdeu de 6×1 para o Vitória.
    O time é a cara dessa administração de bananas. Apático igual ao principal.
    Verdade que teve dois jogadores expulsos ( merecidamente). O idiota do Vitor Gabriel já tinha um amarelo, e mesmo assim deu um carrinho criminoso na lateral do campo ofensivo, tomando o vermelho direto.
    O imbecil o Yuri já tinha amarelo, faz uma falta idiota na lateral e toma o segundo amarelo.
    Mesmo com os 11 em campo o jogo já estava 3×0, pois o time entrou sonolento em campo.
    Os caras sabem que não acontece nada e ficam igual aos profissionais. Ninguém para chacoalhar os mascarados. Esse time júnior tem muitos.
    SRN.

    Reply
  13. Kleber, apenas uma correção: o Abel foi procurado 2 vezes esse ano e não quis vir ao Flamengo.

    Se o Flamengo ganhar no sábado, dorme na liderança. Como vai fazer isso é que são elas. Confio? Nem um pouco.

    Outra coisa, jogo sábado às 21h é brincadeira de mau gosto. A negociação com a namorada tem sido complicada e sinceramente não sei se vou conseguir ver a partida toda. Domingo 16h o Flamengo quase não joga. Aí mata o cara.

    Reply
    • Calma que temos um fato novo, Henrique.
      Barbieri foi demitido ontem e nem seguiu para a Bahia.
      É agora que vamos ver quem será o tampão a menos de 3 meses para as eleições.
      Qualquer aposta é questionável e qualquer gênio já passa a ser pressionado.
      Sem ataque desde o dia que VJr partiu, é um milagre ainda ocuparmos a zona da Libertadores. Só defensores, meias e volantes funcionam.
      Gol do Pará contra o Corinthians e, quase empatamos, com outro chute do Pará que bateu na trave…
      Ou seja! Até o Pará é mais eficiente que as dragas que temos como centroavante e segundo atacante….
      NINGUÉM consegue montar um ataque efetivo, e titular, com Ceifador, Lincoln, Uribe, Marlos, Vitinho, Matheus Sávio e Berrio.
      Tirar dois desses, é um parto. Por isso o rodízio constante.
      Parabéns, DEDOS PODRES…

      Reply
  14. Sobre a humilhante derrota no sub 20, ressalte-se que as duas expulsões, quando já perdíamos de 3 x 1, foram fruto da total irresponsabilidade do Vitor Gabriel, peça nula hoje, e do Yuri, clara demonstração da falta de comando. Como adendo, nosso goleiro, convocado pelo Tite, falhou clamorosamente em dois gols. A doença é contagiosa e,para não ser terminal, urge que aconteçam mudanças radicais, a começar na Presidência do clube.
    Sobre essa necessidade de alternância de poder no Flamengo, mesmo para os que não gostam, vale a pena dar uma lida na crônica de hoje do RMP, no JB. Será que a explicação de tanta incompetência e arrogância passa por aí?
    https://www.jb.com.br/colunistas/futebol_e_cia/2018/09/942101-os-centros-de-incompetencia-do-fla.html

    Reply
  15. Futebol do Fla.E a propria nau sem rumo.Não há comando.A derrota para o Vitória por 6×1 ,é apenas um retrato.Time jogou mal,desinteressado,desarrumado,teve 2 jogadores expulsos,o goleiro do Tite tomou 2 frangos.
    Sôbre o time principal só acumulou fracassos.Quais as razões ?
    Tôdas…Diego Alves foi.ao meu ver,o responsável pelos gols do Corinthians.Não entendo porque êle nao sai do gol.Não ataca a bola.Foi contra o Ceará e Corinthians.Sequelas de contusões?Está mal treinado.?
    Importante,localizem esta “nau”,em vias de afundamento.O resgaste será mais facil.
    Com pesar,saudações rubronegras…!!1

    Reply
  16. Diego Alves – que já havia falhado contra o Galo em não sair do gol – voltou a falhar nos 2 gols do Corinthians.
    Volta e meia pula atrasado nas bolas e, dessa vez, foi determinante.
    “Temos que pedir desculpas e deixar de inventar desculpas”… é muito pouco para um goleiro que um dia defendeu a Seleção.
    Infelizmente, junto com Léo Duarte e nosso ataque de nervos, Diego Alves tem grande parcela de culpa no nosso pesadelo atual…
    Barbieri – ontem demitido – cometeu a maior imbecilidade do ano.
    Entrou com Ceifador em nome dos prováveis penaltis, ao invés de colocá-lo faltando 1 segundo antes das cobranças, caso o jogo estivesse empatado.
    Conclusão! Jogamos 80 minutos com 10…
    Isso sem falar em Vitinho, Marlos, Lincoln etc….

    Reply
  17. Se precisar de um zagueiro, a molecada da base resolve, se precisar de um meia, a molecada da base resolve, idem para um lateral, para um atacante e etc. Esse negócio de idade é bobagem, tudo os moleques dão conta. Ontem, Vitória Ba 6 x 1 Flamengo…..mas a molecada resolve….

    Reply

Comente.