Quinta, com cara de sexta-feira, 13!!!

FLAVIO GODINHO

Embora, como cidadão, tenha a obrigação de respeitar as leis, da mesma forma, como vivemos num processo democrático, me reservo o direito de, neste caso, discordar dela.

Esta tal prisão preventiva, é duro de ser admitida. Como alguém pode ser preso sem ter sido julgado? E, na frente, se absolvido for, como reparar tamanha destruição?

Em síntese, em primeira instância, lanço o meu protesto como cidadão e, até por uma questão de coerência, me recuso a discutir o tema até que julgamento haja.

O que mais uma vez me impressiona é sentir no ar a sordidez do ser humano que, como fuga para frustrações pessoais, vibra com a desgraça alheia.

A cada dia que passa amo mais os meus cachorros…


(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

JORGE

Esta foi, se assim se pode dizer, uma tragédia anunciada. Há no ar duas discussões. A primeira, é se a diretoria agiu corretamente negociando o jogador. A segunda, se esta mesma diretoria tomou providências para “tapar o buraco”.

Pessoalmente, prefiro não me pronunciar com relação ao primeiro item, até porque, quem lá está é que sabe onde o calo aperta…

Apesar de muita gente imaginar que o Flamengo está nadando em dinheiro, tenho a certeza de que a coisa não é bem assim. Jorge foi negociado por absoluta necessidade financeira.

O segundo ponto é altamente favorável à diretoria. Como a possibilidade de negociação era grande, Trauco foi contratado. Agora, se Trauco é bom de bola, aí são outros quinhentos…


MARCELO CIRINO = BERRÍO

O meu consultor e, muito bom, Roger Flores, afirma que Cirino e Berrío tem as mesmas características, onde sobrevivem pela força e pela velocidade.

Não é pelo fato de Marcelo Cirino não ter dado certo que se deva ficar desconfiado do atacante colombiano.

Faltou a Cirino um esquema de jogo adequado às suas características, um bom lançador e, uma personalidade mais firme, mais guerreira, com cara de Flamengo. Cirino sucumbiu, baixou a cabeça, se entregou…

Se este Berrío for firme, se marrento for e personalidade tiver, pode dar certo, sim! Até porque, força e velocidade podem ajudar muito. Vai depender também do esquema de jogo e de um muito bom “garçom”.

Paulo Borges, Búfalo Gil, Paraná e outros, tiveram enorme sucesso com as mesmas características. Também é bom lembrar que Paulo Borges, tinha força e velocidade, mas havia um talento chamado Parada, naquele timaço do Bangu. Da mesma forma, Gerson, consagrou Paraná no São Paulo, e Rivelino era o “MAITRE” de Búfalo Gil…

Velocidade e força são importantes, desde que, haja alguém criativo. Aí, o casamento é perfeito…

Com Conca e Diego juntos, a chance de Berrío não acertar é desprezível.

Com Conca e Diego juntos, Cirino viveria um outro mundo…

 

Pingadinhas de segunda…feira!!!

(Foto: Gilvan de Souza/CRF)

. Deu na internet que o Inter insiste na contratação de Marcelo Cirino e, já disposto a fazer o negócio, estaria o Flamengo apenas na dependência da aprovação do Atlético Paranaense, detentor de parte dos direitos do jogador. Após o jogo contra o Vila Nova, fica flagrante, e já comentei aqui, que Marcelo Cirino está jogando no Flamengo com um peso de aproximadamente uma tonelada nas costas.

Há no futebol “casamentos” que tinham tudo para dar certo, mas que o dia a dia fez com que fossem para o vinagre. Portanto, ante as circunstancias, tentar a diretoria do Flamengo recuperar o jogador em outro clube e, com isso, minimizar o prejuízo, me parece normal e oportuno. O problema é a reposição. Saindo Cirino, quem entra no lugar dele?


Montillo e Conca

. Hoje, em mesa de almoço em que só estavam rubro-negros, houve uma unanimidade com relação a estratégia adotada pela diretoria do Flamengo, deixando de contratar Montillo, para apostar em Conca. Aliás, a colocação é perfeita. Montillo é uma contratação, pois pode ser utilizado de maneira imediata. Conca, pelos problemas médicos que começam na operação dos ligamentos e terminam em possível problema nos meniscos, na verdade, é uma aposta.

Ao final da temporada, quando se tem um balanço do ano, é possível que tenha sido Conca uma belíssima aposta? Como todo jogo, tudo é possível. O problema é a matemática, ciência exata que trabalha dentro das possibilidades reais. Mais ou menos como jogar na roleta, onde a chance de ganhar aumenta na medida em que se aposta em uma quantidade maior de números. Pode ser que alguém argumente que jogando em um só número é possível ganhar. E, é verdade. Mas só para lembrar, neste caso, seria jogar com um número, contra 36. Pra dar certo, haja sorte…


Matheus Brendon, zagueiro do Paulista (Foto: Reprodução / SporTV)

. Sobre a Copinha, dois comentários. Primeiro, o lance do “gato” no time do Paulista, que acabou desclassificado em benefício do Batatais. Como é que, só agora, no finalzinho da competição, este assunto apareceu, quando todo mundo que via os jogos do Paulista miava quando o “gato” tocava na bola?

E, apenas para lembrar, a final da Copinha já aconteceu e, o Corinthians, com muita sorte, já colocou a mão na taça.


. A iniciativa da CBF na realização deste jogo entre Brasil e Colômbia, com toda a arrecadação revertida para os familiares das vítimas do desastre aéreo, merece todos os elogios. A causa é mais do que justa e, a ideia muito boa. Aliás, propiciar a quem está fora do Rio de Janeiro a possibilidade de comprar um ingresso simbólico, pagando 50 reais, foi uma bela sacada. Vamos torcer para que o Engenhão esteja lotado. Com certeza, na esteira desta tragédia, será uma noite de muitas emoções, onde pela primeira vez o objetivo único é ajudar quem realmente precisa. Para quem tem sentimento e ama o futebol, fica meio que uma obrigação ir lá. Mais do que justo…


. O Corinthians, alucinado está atrás de Drogba. O Coritiba, doido para contratar Ronaldinho Gaúcho. Já vi estes filmes.

Parece que os dirigentes de Corinthians e Coritiba não têm ido ao cinema…


. A matéria completa do Globo.com, com Alexandre Pato, será publicada amanhã. Hoje, ficou clara a vontade de Pato em jogar no Flamengo, fato que já sabia, pois, a família Mattheis, representada por Sandra e Fiorella, tem coração rubro-negro.

Para Fiorella, Pato no Flamengo seria unir o útil ao agradável. Ter o marido jogando no clube do seu coração e, consequentemente, poder viver na cidade dela. Se Pato vier, o Condomínio Mata Porcos, em Correas, reduto rubro-negro, vai ter que reforçar a segurança…

Tirando o atraso

Vinícius Jr. comemora um de seus gols contra o Central. (Foto: Staff Images / Flamengo)

1 – COPINHA

Vi os três jogos do Flamengo e todos os gols desta Copinha, edição 2017. Do nosso time, uma ótima impressão, a começar por este Vinícius Junior, menino de 16 aninhos, que tem pinta de craque e já tem carisma.

O lateral direito, Kleber, o que tem de baixinho, tem de bom de bola. Além de maravilhosa dinâmica de jogo, uma velocidade impressionante. O nosso número 10, Patrick, mescla jogadas interessantes com um certo ar marrento…. Aliás, a divisão de base é momento de se corrigir e punir, quando necessário for. No primeiro jogo, após marcar um gol de pênalti, Patrick subiu no alambrado para comemorar o gol e, obviamente, tomou um desnecessário cartão amarelo. Será que recebeu por parte da diretoria, ou do treinador, a “dura” que merecia?

No mais, um time sem pontos vulneráveis, com um bom conjunto.

Amanhã, o jogo será às 21h, contra o Nacional de São Paulo. Vamos torcer…


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

2 – CONCA

Espero que os amigos entendam o meu ponto de vista. Houve um determinado momento em que enviei uma mensagem para o nosso bravo vice de futebol, Flávio Godinho, questionando o fato do Botafogo estar negociando com Montillo e, o Flamengo, necessitando de um jogador criativo, estar fora da jogada.

Na oportunidade, Godinho afirmou que, embora não pudesse ainda anunciar, o Flamengo havia fechado com Conca e que, em função deste fato, abrira mão de contratar Montillo que, aliás, já estava com tudo acertado com o Flamengo.

Na sequência do papo, disse ao nosso vice de futebol que, na minha opinião, o Flamengo estava trocando o certo pelo duvidoso, na medida em que Montillo está pronto para entrar em campo amanhã, enquanto Conca terá pela frente uma recuperação de uma operação delicada de joelho, aos 34 anos.

Godinho retrucou, afirmando que todos participaram desta decisão, inclusive o nosso treinador que, pelo visto, acredita mais na dobradinha Diego/Conca, do que, Diego/Montillo. Ainda segundo Godinho, o Flamengo nada gastará até o exato momento de Conca entrar em campo.

Para finalizar, acho que perdemos uma bela oportunidade. Se vamos jogar, por opção do treinador – e acho perfeito –  com dois meias, ter a conta do chá, com Conca e Diego, ambos com idade avançada, me parece meio arriscado. Caramba, se Conca vem sem custo como se afirma e, só pode entrar em campo entre maio e junho, por que não se pensou em trazer os dois? Lembram daquela máxima que sempre cito aqui (“quem tem um, não tem nenhum”…)? Pois é…

Deixo o comentário apenas para registro. Que Conca seja feliz, que se recupere o mais rápido possível e, que nos dê muitas alegrias.


Maracanã abandonado (Foto: Guito Moreto / Agência O Globo)

3 – MARACANÃ

Realmente, só rindo, pois, piada parece, ouvir no rádio que o primeiro jogo do Flamengo, PELO CAMPEONATO CARIOCA, contra o Boa Vista, pode ser realizado na Arena das Dunas, em Natal, capital do Rio Grande do Norte. Mais do que evidente está a necessidade urgentíssima do nosso governador Luiz Fernando Pezão decidir “ONTEM” com quem ficará o Maracanã e, a partir daí, bola pra frente!!!

Triste, muito triste, para qualquer pessoa que ame esta cidade e seja apaixonado pelo futebol, ver as imagens atuais do “maior do mundo”, completamente abandonado. Meu caro governador e querido amigo Pezão, decidir e, com extrema urgência, é preciso!!!


4 – COPA DO MUNDO INCHADA

Quando o mundo começa a se desligar do populismo – tão nocivo quanto a corrupção – a nossa FIFA pega o bonde da contramão e, anuncia que na Copa do Mundo de 2026, ou seja, a terceira daqui em diante, haverá um aumento significativo de seleções.

Francamente, que retrocesso. Mais do que na cara está, e todos nós já vimos este filme, que o objetivo é agradar o maior número possível de federações e, com isto, ganhar simpatia que no futuro será transformada em votos decisivos.

Tecnicamente, um desastre, pois quantidade nada tem a ver com qualidade. Importante ainda lembrar que, quando falamos em ELIMINATÓRIAS, estamos falando em COPA DO MUNDO. Em síntese, as eliminatórias representam a primeira etapa de toda Copa do Mundo, onde todas as seleções participam e, as melhores avançam. Por que mudar? Pelo jeito o nosso carequinha italiano gostou da rapadura e descobriu um bom jeito de não mais desgrudar dela…


5 – Um 2017 de paz e alegria. Muita saúde e muitas voltas olímpicas…

 

Cornetas desafinadas

Tenho lido e ouvido algumas críticas quanto à tentativa da diretoria do Flamengo em trazer o meia Darío Conca, em função de estar ele em recuperação de uma operação no joelho.

As mesmas cornetas – e as mesmas penas – que já se posicionam críticas a esta tentativa, são as mesmas que reclamam da falta de criatividade desta diretoria para contratar reforços de peso.

Se partirmos da premissa de que coerência é fundamental, cornetar os corneteiros, é preciso.

Como é que se consegue um reforço de peso, qual não seja em situação anormal?

Sim, porque em condições normais, jogando o que sabe jogar e ganhando verdadeira fortuna, como seria possível contratar ao futebol chinês, o talentoso Conca?

Para quem, como argumento, vai defender a tese de que o risco é grande, indago: e onde não há risco, seja em que contratação for?

Eu mesmo, como dirigente, no meu melhor momento criativo, desenhei uma operação fantástica, conseguindo o inimaginável e, o resultado dentro das quatro linhas foi pra lá de decepcionante. Portanto, o risco é o camisa 10 do futebol, onde nunca haverá, por melhor que seja o retrospecto, certeza de nada.

Isto posto, parabéns a quem vislumbrou esta inusitada forma de se ter um craque que, mesmo chegando de muletas, pelo seu enorme talento, somado à nossa necessidade, é um mar de esperança.

Em tempo: Godinho, cadê o Marinho?

Papai Noel generoso

(Foto: Reprodução / "Líbero", jornal do Peru)

Guerrero e Trauco (Foto: Reprodução)

Isto, é o que todos nós como rubro-negros, desejamos de coração. Como a bola não está mais rolando, o que todo mundo quer saber é como estaremos em 2017.

A primeira contratação do ano já foi anunciada, muito embora, sem grande impacto, não só pelo fato do lateral Trauco não ter IBOPE por aqui, como também – e principalmente – por não ser “gênero de primeira necessidade”, na medida em que o jovem Jorge é quase que uma unanimidade na nossa família. De qualquer forma, se de fato este Trauco for bom jogador, acho interessante a contratação, pois Jorge precisa, quando necessário, de um substituto à altura.

Ouvi agora no rádio que o Botafogo está bem encaminhado com o meia Montillo, fato que me deixou intrigado, pois Montillo – não é de hoje – é um sonho de consumo rubro-negro. Há também o papo sobre Conca, que também seria uma ótima pedida, muito embora, esteja ele, no momento, lesionado. Como já disse aqui, o Flamengo para pensar em brigar por todos os títulos, necessita, no mínimo, de mais alguém para criar, além de Diego, e dois bons atacantes. Qualquer coisa que ocorra inferior a isso, ficará faltando…

Parabéns ao companheiro e amigo, aniversariante do dia, ARTHUR FERNANDES, ganhador do bolão da semana. Aliás, que coincidência feliz ser ele sorteado, já que foram três os ganhadores, exatamente em momento tão marcante. E, parabéns ao grande campeão, ROBERTO DRUMMOND, que foi o vencedor do nosso campeonato por pontos corridos…  Caramba, que competência para palpitar…

Mudando um pouco de assunto, para dizer que me preocupa muito a forma como a FIFA está conduzindo esta historinha do árbitro eletrônico. Utilizar a tecnologia, tudo bem, desde que com inteligência e, que não interfira no ritmo do jogo. O que ocorreu neste mundial de clubes, quando um jogo foi paralisado por mais de quatro minutos para se chegar a uma conclusão, foi de lascar. Não vejo nenhuma necessidade do árbitro que está apitando o jogo, se imiscuir na análise da telinha. Isto fica por conta do árbitro que lá estiver vendo a partida e que, pelo ponto eletrônico, vai dizer se foi pênalti ou não. Se a bola entrou, ou não. Se for seguir como está, isto vai virar chacrinha de árbitros, ao invés de jogo de futebol. E mais: acho que deve ser igual ao tênis. Se alguém se sentir prejudicado, que peça o auxílio eletrônico e, só podendo fazer uso deste recurso uma única vez em cada tempo de jogo.

O tema é polêmico, muito embora, ache que a grande maioria dos torcedores é de opinião que este recurso deva ser introduzido. O problema é a forma…

Marinho

(Foto: Betto Jr./CORREIO)

(Foto: Betto Jr./CORREIO)

Na pesquisa que aqui realizamos, cujo título foi “Sonho de consumo” (ler aqui), os rubro-negros de plantão apontaram Marinho, jogador do Vitória da Bahia, como o terceiro colocado entre os reforços para o ano que vem.

No que me diz respeito, Marinho é o número 1, na medida em que votei apenas em jogadores viáveis, ou seja, que efetivamente tenham chance de sair de onde estão, para o Flamengo.

No Vitória, Marinho foi destaque absoluto, tendo marcado 11 gols, até agora, no Campeonato Brasileiro.

Recentemente, e registrei o fato aqui no blog, encontrei casualmente com o ex-treinador do Vitória, Vagner Mancini, que afirmou ser Marinho um dos raros jogadores em atividade no futebol brasileiro com capacidade individual para resolver um jogo. Que, com a bola dominada, parte para dentro do adversário, sempre! A bem da verdade, também disse que “a cabecinha“ às vezes desandava, mas que na média, era um jogador precioso.

Tenho brincado muito com o nosso vice de futebol, Flavio Godinho, pois toda vez que nos comunicamos por WhatsApp, deixo a seguinte mensagem: “GODINHO, CADÊ O MARINHO?”

Houve em uma oportunidade uma resposta dele, que me deu a certeza de que o tema realmente estava sendo encaminhado. E, a resposta, veio por meio de uma única palavra: “obrigado!”. Ali, concluí – e feliz da vida – que a diretoria estava agindo.

Tomara que dê certo, pois com um atacante mais agudo, Guerrero também vai funcionar melhor. Ouso afirmar que se o Flamengo tivesse neste time, Marinho na direita, e Keno pelo lado esquerdo, seria campeão brasileiro.

Keno, já foi para o Palmeiras. Se Marinho vier, será um baita reforço.

Sonho de consumo

Complementando nosso post sobre o elenco atual publicado ontem (ler aqui), vamos falar dos reforços.

Um total de 690 amigos participaram de nossa pesquisa, cada um sugerindo em média cinco nomes, isso gerou um total de quase 3.500 sugestões. Claro que muitos nomes em comum foram indicados, mas diversos jogadores foram lembrados de forma isolada, ou citados muito poucas vezes para serem aqui mencionados.

Seguem abaixo os jogadores mais desejados.


image. O jogador mais citado foi Vitinho, lembrado por 200 amigos, ou seja, esteve presente em 29% das indicações.

 

 

 


felipe-mello-flamengo-640x400. Felipe Mello foi pedido em 171 oportunidades (24,8% dos participantes o querem no Rubro-Negro).

 

 

 


650x375_marinho_1626613. Marinho foi o terceiro mais lembrado, sendo citado 96 vezes (13,9%).

 

 

 


0002050050993_img. Éverton Ribeiro aparece em quarto nos desejos para 2017, sendo lembrado por 69 amigos (10%).

 

 

 


robinho-rafael-ribeiro-cbf. Para terminar o “top five“, temos o veterano Robinho, com 61 votos (8,8%).

 

 

 

 

Abaixo, a lista dos 25 mais mencionados, com seus respectivos “percentuais de lembrança” ao lado.


lista-indicacoes3

Marinho, Rubro-Negro!!!

(Foto: Joka Madruga/Futura Press/Estadão Conteúdo)

(Foto: Joka Madruga/Estadão Conteúdo)

Quem viu o jogo de ontem? Quem viu o gol de Marinho?

Quem não viu, pode não ter perdido um supra sumo de jogo, mas perdeu um dos mais lindos gols deste campeonato.

Não é de hoje, e todos aqui são testemunhas, que há muito tempo venho chamando a atenção da nossa família rubro-negra para este atacante do Vitória.

Vivo fosse, João Saldanha estaria absolutamente encantado com o futebol de Marinho, pois é o “abusado com talento”.

Não sei quem vai eleger a seleção deste campeonato, mas se lá não estiver Marinho, é sacanagem ou, absoluta falta de conhecimento de causa. Que jogador!!!

E ATENÇÃO!!! Ninguém me disse nada, mas alguma coisa me diz que uma coisa é certa. Marinho, em 2017, jogará com o uniforme vermelho e preto. Intuição e quase certeza.

Quem viver, verá

FLAMENGO 2017 – AQUI, VOCÊ DECIDE!!!

A bola continua rolando. Após uma quantidade significativa de comentários – e de muitíssimo bom nível – por que não termos a noção aproximada do que pensam os rubro-negros que fazem parte da nossa família do blog, sobre quem deve ficar, quem deve sair e quem deve chegar? A opção será individual, jogador a jogador e, a apresentação por si só, é autoexplicativa.

Espero que os dirigentes rubro-negros entendam esta ação como uma contribuição desprovida de qualquer sentido político, tendo como princípio, meio e fim, o processo democrático que aqui impera, onde todas as opiniões são respeitadas em diálogos abertos e educados.

Vamos lá?

PPP

pppO primeiro P, é de PALMEIRAS. Ontem, o líder do Campeonato Brasileiro conseguiu, acredito eu, um bom resultado empatando com o Atlético. Jogo em Minas é sempre encrespado e, sair de lá com um pontinho não é ruim.

Os matemáticos de plantão, anunciam que o time de Cuca pode ser campeão neste final de semana, desde que ganhe do Botafogo, em casa e, que Flamengo e Santos não vençam os seus jogos, o que é perfeitamente possível, pois o Flamengo não vem bem e, o jogo do Santos, contra o Cruzeiro, é pedreira.

Só que o tiro pode sair pela culatra e, se o final de semana tiver o sopro de São Judas Tadeu, com o Botafogo e o Mano Menezes dando uma forcinha, o “sentimento olfativo ” estará latente…

Em síntese, tudo pode acontecer, até porque, o futebol nestas bandas anda muito nivelado.

O segundo P, é de Podolski, o craque alemão que virou rubro-negro. A matéria no Globo é linda (ler aqui). Podolski abre o coração e fala da sua paixão pelo Flamengo – e pelo Rio de Janeiro. O atacante alemão joga na Turquia, onde o mercado apesar de ser melhor do que o nosso, não é essa Brastemp toda…

Sei lá. Acho que está na hora da nossa diretoria tirar um coelho da cartola, na tentativa de achar um ídolo que, a meu conceito, é gênero de primeira necessidade num clube popular. Por que não pesquisar e tentar Podolski?

O terceiro P, é de PAPELÃO, aliás, PAPELÕES. O primeiro, do STJD, que, de novo, voltou atrás de uma decisão ridícula. Desta vez, em punir o Grêmio com a perda do mando de campo no jogo de volta da Copa do Brasil, contra o Atlético Mineiro. Que papelão!!!

A segunda bola fora foi na transmissão do jogo de ontem, entre Santos e Vitória, vencido pelo time paulista por 3 a 2. Incrível como os profissionais que transmitiam o jogo ficaram com vergonha e, mencionaram timidamente, uma única vez, que o primeiro gol do Santos foi fruto de um impedimento vergonhoso. Medo de que ou, de quem? Que papelão!!!