O ser humano ficou pior?

O meu amigo Getúlio Brasil enviou imagens do sufoco por que passou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, ontem, no Engenhão, assim que chegou ao camarote destinado à diretoria do Flamengo. (ver abaixo)

Vi estas imagens e, instintivamente, acabei voltando no tempo, tentando entender o que deu origem a este tipo de atitude agressiva. Aí, inevitavelmente, vários filmes começaram a tomar conta da minha cabeça e, por várias experiências próprias, garanto que esta agressividade tão contundente é coisa de passado recente

Bem lá atrás, fica a lembrança de um Maracanã que tinha na GERAL o mais democrático espaço do futebol. Ali, os torcedores, todos de pé, se misturavam e não há registro de qualquer conflito.

Ainda no Maracanã, independente do clássico, os torcedores subiam as rampas juntos, cada um com seu cântico, mas todos se respeitando.

Como torcedor, frequentador assíduo de arquibancada, jamais passei por qualquer sufoco, aqui no Rio, bem como Brasil afora…

Como repórter, e todos sabiam que eu era Flamengo, nunca houve sequer uma ofensa mínima.

Como presidente ou como vice-presidente de futebol, houve um único fato isolado, quando no antigo estádio do Grêmio, quase levei um rádio de pilha na cabeça. Este período foi de aproximadamente nove anos.

Convenhamos que o episódio isolado do radinho de pilha foi muito pouco, para tanto tempo de presença nos estádios brasileiros. E, apenas para reforçar, inclusive em São Januário, onde sempre fui tratado com respeito e carinho.

Há quem sugira que os presidentes de clubes deveriam ver o jogo juntos. Que isto seria uma mensagem de paz. Aí, acho que é pedir demais, até porque, por temperamento, fica muito difícil conter a emoção, que poderia ser considerada como provocação ao presidente do clube adversário. Neste ponto, concordo com o presidente do Botafogo que, como eu, não compra a ideia.

Será que os pensamentos antagônicos dos presidentes de Flamengo e Botafogo representam um estopim, acirrando os ânimos dos torcedores? Mas aí, já é demais. Até porque, discordar não é crime.

Sei lá. Acho que o problema passa ao largo do futebol e, está sim, diretamente ligado ao mundo louco em que vivemos, e na imprevisibilidade do ser humano dos nossos dias.

Algo precisa ser feito. A sensação que se tem é a de que muitos torcedores confundem ir ver um jogo de futebol, com ir para uma guerra, onde o torcedor adversário é um inimigo mortal.

Urge uma campanha competente e direta para combater a praga da torcida bélica. Isto já está passando do ponto.

1 Comentário

  1. Infelizmente isso é o retrato de um país chamado BRRASIL. E agora?qual será a medida tomada pelos conselheiros que qdo o EBM discutiu com torcedores pediu o impeachment dele? Será que eles vão alegar que EBM começou a confusão?
    E ainda tem gente que defende esse CEP. Não consegue se comportar nem como mandante. Clube cada dia mais pequeno.

    Reply
    • Denis, nosso querido EBM é outro tbm que vezes por outra não mostra a elegância e dignidade de um presidente de Flamengo! É torcedor puro!

      O CEP é só um acéfalo que não mede a gravidade de seus atos. Era para a presidência do Botafogo mostrar neste momento mais nobreza e dignidade, pois estão por cima do Flamengo no quesito campanha em 2017, estão em plana disputa da Libertadores e com louvor! É nessas horas que o Botafogo não mostra um espírito de vencedor.

      Reply
  2. A rivalidade entre torcidas sempre existiu, mas hoje, plantaram no Brasil a semente do ódio! Ela germinou e cresceu. Aí está o fruto ! Quem ousaria combater quem semeou tamanho ódio? Quem combateria a Vênus da mídia brasileira?

    Reply
  3. Kleber, o problema se resume numa palavra: IMPUNIDADE! Nesse País tem que ser implantada a TOLERÂNCIA ZERO. Nossas leis são ultrapassadas e com essa máfia em Brasília, será muito difícil mudar alguma coisa. Só depende de nós!

    Reply
  4. Realmente lamentável,agora porque o “bonito” todo de vermelho tinha que jogar o copo cheio de cerveja nos caras lá embaixo,só piorou a situação e
    com a conivência do nosso EBM.
    No caso da morte do torcedor do Botafogo os dois deveriam tomar um processo por incitação.
    Qto a violência nos estádios é chover no molhado, a chaga está dentro dos nossos lares que é a nossa educação.
    Infelizmente…….

    Reply
  5. Quem semeia vento colhe tempestade. Já dizia a SABEDORIA popular.
    O que a mídia vem plantando/divulgando nas telas de TV ? VIOLENCIA.
    A tv brasileira passa programas que mostram CRIMES, ASSASSINATOS, VIOLENCIA, ….. desde as 7 da manhã, as 7 da noite. Estão abrindo as portas do inferno atravez das telas de TV.
    É o MARKETING da violencia, do escabroso, do indecente, do imoral.
    A tv brasileira está propagando as facçoes ao falar delas. Cada vez que citam DIVULGAM e se divulgam ajudam-as a crescer e expandir.
    Quantos programas da tv dão NOTICIA/DESTAQUE ao bem ?
    O programa ESTRELAS SOLIDáRIAS (Angélica) da Globo LINDA e sabiamente traz uma LUZ na escuridão divulgando o BEM , a solidariedade e dando NOTORIEDADE as pessoas, intituiçoes e iniciativas do BEM. Linda iniciativa. UMA ESTRELA DE LUZ NA TV BRASILEIRA.

    Reply
  6. Tem gente ganhando MILHOES com a violencia. Sim violencia é um gigantesco negocio. Um dos maiores. Divulga-se a violencia para ela DISSEMINAR aí então está criado um GIGANTESCO mercado de NECESSIDADES. Quanto maior uma necessidade humana mais caro ela custa e mais estaremos dispostos a pagar por essa NECESSIDADE. A estratégia é perversa, maligna.
    Fala-se muito dela aparentemente para combatê-la, mas na verdade o que se faz/quer é BANALIZá-LA e assim expandi-la para então ganhar dinheiro direta ou indiretamente com a violencia.
    O Brasil está perdido. Somente uma REalinhamento de nossa mídi/tv poderia reverter esse processo, mas infelizmente acredito que isso não ocorrera pois falta percepção do processo em curso. Há uma ACEFALIA midiatica. As cabeças que deveriam ser pensantes mostran-se meramente REPLICANTES.
    Nosso amanhã é tenebroso infelizmente.

    Reply
  7. Prezado,
    Desculpe-me, mas essa hostilidade surgiu após as incessantes provocações do seu amigo e presidente do Botafogo, que a mim não passa de um tremendo canalha irresponsável.
    Abraço!

    Reply
  8. “O feeling”

    O Botafogo desrespeitou o Estatuto do Torcedor, desrespeito a torcida rubro-negra na entrada ao estádio, desrespeito os convidados de onra e a diretoria do Flamengo.

    No jogo em si foram ridiculamente dominados, mostrando uma face verdadeira do time alvi-negro, é um time dedicado, compacto, mas um time fraco.

    Rueda trouxe induvidavelmente um outro espírito para o time, eu diria um pragmatismo com racionalidade!

    Com tudo isso, acredito que passaremos a próxima fase da Copa do Brasil, é meu feeling.

    Reply
  9. “O Botafogo”

    Pela segunda vez a torcida do Botafogo mostra um cartaz em alusão a 87.

    Sinceramente é muita pequenice. Claro que o Flamengo foi campeão de 87, não do Brasileirão como determinou a Justiça brasileira, mas da Copa União (A 1a divisão do futebol brasileiro daquele ano).

    Agora sinceramente, o Botafogo recorrer a esse fato, é falta mesmo de história recente própria para nos atingir.

    Reply
  10. O ser humano está pior sim. O brasileiro deixou de ser um povo ordeiro e educado para tornar-se pedante, agressivo e covarde depois do advento das redes sociais. Nelas eles extravasam seu odio, seu rancor e agressividade, achando e confiando em impunidades. Mais uma coisa tem que ficar bem claro: o presidente do Botafogo tem que mudar seu comportamento em entrevistas: ele faz questão de fazer provocações baratas, achando estar defendendo seu clube quando está sim provocando iras para todos os lados.

    Reply
  11. Kleber,
    Além da situação da segurança pública no País, hoje muito mais grave do que anos atrás, com tendência a piorar pelo nível dos homens que nos governam, temos as redes sociais como fator facilitador dos embates entre torcidas.
    Antigamente, as intrigas clubísticas aconteciam face a face, por isso ainda havia respeito.
    Hoje, as pessoas se degladiam com palavras, via redes sociais, e deixam para acertar contas nas ruas, em dias de jogos, ou nos próprios estádios.
    Triste realidade.

    Reply
  12. https://m.oglobo.globo.com/esportes/membros-de-organizada-vascaina-sao-presos-ao-apoiar-emboscada-alvinegra-21719270

    Além do absurdo da matéria por si só, na mesma fala de briga entre “organizados” do Flamengo.
    Vendo as imagens na tv, minha vontade é desistir do futebol, pois dos estádios no Rio de Janeiro, já desisti faz tempo, que mundo é esse com tanto ódio, aos poucos vamos ficando cada vez mais presos, sem poder sair de casa, ir num estádio na Ilha do Governador às 22:00 é coisa de maluco no Rio de Janeiro, passar na linha vermelha depois de meia-noite, impossível convencer minha esposa.
    Jogo da volta, será tenso, infelizmente estarei em Brasília, pois nesse eu iria mesmo contrariando minha família, mas não iria enganado, sei que vai ter bastante confusão.
    Cansado de ver crianças e mulheres chorando na televisão, existe uma perversidade ilógica nisso tudo, estão matando o amor das nossas crianças pelos nossos clubes.
    Assistindo uma entrevista do Renato Gaúcho na segunda, a mesma que o Roger falou do Rueda, que o Rio de Janeiro é a melhor cidade do mundo, juro q fiquei pensativo a semana toda, com a grana dele já teria ido embora faz tempo.

    Reply
  13. “Técnico tragadeiro”

    O Corinthians, Palmeiras, Inter, Grêmio e o SPFC e outros contrataram técnico estrangeiros nestes últimos anos e ninguém falou nada ou levantou nenhuma questão sobre o fato.

    Mas é só o Flamengo contratar técnico estrangeiro que vêm alguns técnicos levantarem várias questões.

    Reply
  14. Caro Kleber,

    Sinceramente tenho dificuldade de entender por que o CEP presidente do Botafogo esta agindo dessa maneira para com o Flamengo, ja passou da hora dessa briga juvenil acabar e as duas diretorias lutarem juntas por melhorias em nosso futebol.

    Abraços
    SDR

    Reply
  15. O pior é sabermos que esse é um processo de pioramento. Que vai se agravar progressivanente.
    Não sou um pessimista. Sou um analista e realista. Apenas analiso os dados presentes para inferir os panoramas futuros. Mas as visoes do futuro é DEGENERATIVA.
    Somente a mídia tem o poder de mudar esse DESTINO. Espero que os formadores de opinião do Brasil também tenham a capacidade INDUZIR a mudança no imaginario coletivo, pois a indução tem sido para o polo negativo.
    No mundo moderno NADA NEM NINGUEM tem o poder indutivo da tv.
    Nutram o nosso povo com o POSITIVO, o bem, e poderemos andar despreocupados em qualquer cantinho do Brasil e dormiremos tranquilamente de portas abertas.
    Para onde ela (tv) quer nos levar … ? Ela rege o nosso amanhã HOJE.

    Reply
  16. Os 13 anos mais nefastos da vida brasileira plantaram a semente e deixaram as árvores crescerem: o ódio do “nós contra eles”.
    O que ocorre na sociedade -lato senso- acaba por ocorrer também no futebol, que é a sociedade stricto senso.
    Além disso há a permissividade na aplicação de nossa legislação, laxista em excesso.
    A polícia, em geral, procura fazer direito o seu trabalho e prende; mas, a seguir, a legislação penal solta.
    SRNs

    Reply
  17. “Reação a altura”

    Esta mais do que na hora da nossa diretoria agir exigindo garantias de que tanto os torcedores, como seus convidados e sua diretoria sejam tratados com dignidade em estádios adversários.

    Os acontecimentos ano passado no returno no Alianz Arena contra nossa diretoria já deveriam ter colocado um termo nesta questão.

    Reply
  18. É a realidade do nosso PLANETA. Outro dia aconteceram movimentos nos EUA com roupas da KKK, movimento anti-semita.

    Hoje todo mundo sabe de tudo e não tolera opiniões diferentes.

    Reply
  19. O problema é que de dentro do camarote do presidente também saiu animosidade, né? Teve um babaca de vermelho que jogou o que parece ser uma lata (um copo não cairia tão rápido) que, pelo que soube, atingiu uma criança na cabeça. Depois, esse mesmo babaca fica mostrando dinheiro, como quem chama a torcida adversária de pobre. Reclamamos deles, mas também alimentamos esse clima hostil.

    Hoje, no Redação SporTV, foi dito que nossa assessoria de imprensa, durante o jogo, divulgou que a diretoria do Botafogo havia mandado fechar a entrada para nossa torcida, porém o programa disse que nossa assessoria de imprensa MENTIU com o intuito de disseminar a rivalidade, pois a decisão de fechar a entrada partiu da polícia.

    Eles tão errados, mas a gente tá alimentando essa merda toda.

    Vejo todos aqui criticando o CEP, que realmente é arrogante e fala muito, mas o EBM não fica atrás nas provocações e na postura inadequada.

    Acho importante refletirmos para nossa responsabilidade dentro de tudo isso, até porque, embora o ditado seja velho, quando um não quer, dois não brigam.

    Reply
  20. Sugestao :
    Distribuam tecidos/panos … para os torcedores no próximo jogo. O efeito dos pompons/tecidos sendo agitados pela torcida durante todo jogo causam um efeito estimulante e de MULTIPLICIDADE. Visualmente incomoda/distrai mais os adversários.

    Reply
  21. É impressionante como muita gente aqui culpa o EBM,por tudo.Quer dizer que o copo jogado por outro também é culpa dele. Será que realmente todos nós aqui somos Flamengo?

    Reply
    • Se é uma indireta para mim, leia melhor o que escrevi. Não culpei o EBM, mas claramente pessoas que estavam em seu camarote atiçaram a animosidade entre as partes. A pessoa de vermelho foi o estopim, perceba que a torcida deles muda de atitude após a lata jogada. Vamos parar de olhar somente para nosso próprio umbigo. Como disse, quando um não quer, dois não brigam.

      Reply

Comente.